O uso do carvedilol ( beta-bloqueador) no tratamento da insuficiência cardíaca

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1431 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O uso do Carvedilol
( -bloqueador) no tratamento da Insuficiência Cardíaca

Alunas: Carla Roberta Tinoco Costa
Naira Leandro

Turma: Farmácia – 5º período

Introdução

A insuficiência cardíaca é uma doença crônica na qual o coração se torna incapaz de bombear o volume de sangue necessário para suprir as demandas metabólicas teciduais.
Esta condição usualmente decorre docomprometimento da função contrátil do músculo cardíaco (falência miocárdica), traduzida funcionalmente por disfunção sistólica do coração. Entretanto, em algumas situações relativamente frequentes na prática clínica, é possível encontrar uma síndrome clínica similar, porém com a função sistólica preservada, predominando, nesta situação, as alterações do relaxamento e da complacência ventricular(disfunção diastólica). Um dado importante é que a insuficiência cardíaca (IC) estabelece uma relação com a oxidação de biomoléculas, como lipídios, DNA e proteínas.
O objetivo do tratamento em portadores de insuficiência cardíaca é melhorar os sintomas e retardar a evolução da disfunção ventricular, assim como diminuir a mortalidade.
Habitualmente, a terapêutica medicamentosa baseia-se naassociação de diurético, digital, inibidores da enzima de conversão da angiotensina ou nitrato, e vasodilatadores. Desses, apenas os inibidores da enzima de conversão da angiotensina reduzem a mortalidade.
Apenas 3 beta-bloqueadores apresentam comprovada eficácia na insuficiência cardíaca, são eles carvedilol, metoprolol e bisoprolol. O uso dos betabloqueadores na insuficiência cardíaca é hojeamplamente recomendado. Evidências acumuladas em estudos clínicos mostram que o tratamento com alguns betabloqueadores reduzem significativamente a morbi-mortalidade da insuficiência cardíaca. O uso destes agentes reduz a incidência de internações por insuficiência cardíaca e melhora a Classe Funcional dos portadores de disfunção ventricular.
O carvedilol é indicado para tratamento de pacientescom insuficiência cardíaca congestiva leve, moderada e grave, de etiologia isquêmica e não isquêmica. Em adição à terapia padrão (inibidores da enzima conversora de angiotensina, diuréticos e digital opcional), o carvedilol demonstrou reduzir a morbidade (hospitalizações cardiovasculares e melhora do bem estar do paciente) e a mortalidade, bem como a progressão da doença.
Pode ser usado comoadjunto à terapia padrão, em pacientes incapazes de tolerar inibidores da ECA e também em pacientes que não estejam recebendo tratamento com digitálicos, hidralazina ou nitratos.
De acordo com os resultados de um estudo (Copernicus), o carvedilol é eficaz e bem tolerado em pacientes com insuficiência cardíaca crônica grave.


Mecanismo de ação do Carvedilol

O carvedilol é um antagonistaneuro-hormonal de ação múltipla, com propriedades betabloqueadora não seletiva, alfabloqueadora e antioxidante. Este fármaco reduz a resistência vascular periférica por vasodilatação mediada pelo bloqueio alfa1 e suprime o sistema renina-angiotensina-aldosterona
devido ao bloqueio beta; retenção hídrica é, portanto, uma ocorrência rara.
Comparado a outros beta-bloqueadores, o carvedilolpossui uma característica única, apresentando, mesmo em baixas concentrações, atividade antioxidante.
Vários mecanismos de ação têm sido explorados a fim de explicar a ação antioxidante do carvedilol e de seus metabólitos, como o (i) sequestro de íons ferro, o que impediria a reação de Fenton e a produção do radical hidroxila (OH), e também o (ii) sequestro de radicais livres inibindo
formação deradicais livres derivados do oxigênio diminuindo apoptose.
O efeito benéfico maior do carvedilol em relação ao b-bloqueadores seletivos b1 tem sido explicado pelo aumento da proporção de b2/b1 conforme a IC progride, e em relação aos não seletivos pelo ação nos receptores a1 que desempenham papel no remodelamento cardíaco e
estresse oxidativo. A maioria dos efeitos do carvedilol teria ação...
tracking img