O uso de materiais concretos no ensino da matemática

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1470 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O uso de materiais concretos no ensino da matemática















































2006



























Trabalho referente à disciplina

de Metodologia do Trabalho Acadêmico do
4° período do Curso de Matemática.







Introdução


Númerosgigantescos? Contas sem sentido? Grandes abstrações? Palavras e conceitos estranhos? Dificilmente o aluno vai se interessar por esses conteúdos do ensino da Matemática. E ele terá razão se disser que não vê nenhuma utilidade em estudar isso tudo. A maioria dos alunos desanima diante de tanta complicação. Mas, se o raciocínio for estimulado com brincadeiras, na forma de charadas, jogos ou histórias deaventura, logo observamos que não é tão difícil cativar os alunos para aprender Matemática.
As dificuldades encontradas por alunos e professores no processo da aprendizagem da matemática são conhecidas. Por um lado o aluno não consegue entender a matemática que a escola lhe ensina e sente dificuldade em utilizar o conhecimento adquirido, não consegue ter acesso a esse saber de fundamentalimportância.
O professor, por outro lado, consciente de que muitas vezes não alcança resultados satisfatórios, procura novos elementos – muitas vezes, meras receitas de como ensinar determinados conteúdos.
Geralmente costuma-se justificar a importância desses elementos apenas como motivação ou pelo fato de ter-se ouvido falar que o ensino da matemática ter que partirdo concreto, ou ainda, porque através deles as aulas ficam mais alegres e os alunos passam a gostar da matemática.
Sabe-se que existem diferentes propostas de trabalho que possuem materiais com características muito próprias, e que se utiliza também de forma distinta e em momentos diferentes no processo da aprendizagem, por traz de cada material há uma proposta pedagógica que ojustifica.












O uso de materiais concretos no ensino da matemática


O avanço das discussões sobre o papel e a natureza da educação e o desenvolvimento da psicologia e transformações sociais e políticas contribuíram historicamente para teorias pedagógicas que justificam o uso na sala de aula de materiais concretos ou jogos e ao longo dos anos foi tomando feiçõesdiversas.
Até o século XIV. Por exemplo, acreditava-se que a capacidade de assimilação da criança era idêntica a do adulto, apenas menos desenvolvida. A aprendizagem do aluno era considerada passiva, consistindo basicamente em memorização de regras e fórmulas. Para o professor o uso de materiais ou objetivos era considerado perda de tempo, uma atividade que perturbava o silêncio ou a disciplinada classe. Os poucos que os aceitavam o faziam de maneira puramente demonstrativa, servindo apenas de auxiliar a exposição, a visualização e a memorização do aluno.
Já no século XX Malba Tahan recomendava o uso de jogos na aprendizagem da matemática. Malba Tahan era o pseudônimo do professor de matemática Júlio César de Mello e Souza, nascido em 06/05/1895 no Rio de Janeiro, viveu emQueluz, e morreu no Recife em 17/05/1974 escreveu o romance O Homem que Calculava.
Ao recomendar o uso de jogos na aprendizagem, ele tinha consciência de que era e é uma estratégia eficaz para entender conceitos de número e operações, além de educar a atenção, despertar o interesse por mais conhecimento e contribuir para o espírito se grupo.
Outra de suas propostas foram os laboratóriosde matemática, hoje adotados por algumas escolas. As demonstrações, os problemas, as equações, certos conceitos teóricos são ensinados por meios concretos, figuras, filmes e materiais pedagógicos. Demonstrar, verificar, entender, isso substitui a rotina exaustiva do ato mecânico de memorização.
O seu objetivo era ajudar o próprio aluno concluir e isso eliminava a necessidade de repetição...
tracking img