O uso das teorias na marca jonh walker

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3958 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO

O presente estudo vem analisar a peça publicitaria “Keep Walking Brasil” da maior marca de whisky do mundo a Jhonnie walker, ao qual foi veiculada no Brasil primeiramente pela internet na rede social Facebook e, depois pela televisão aberta do pais. O crescimento econômico do país fez com que a peça em analise fosse a primeira voltada exclusivamente para um só país. Dentro dessecontexto e de acordo com os estudos de persuasão designada de “Experiências de laboratórios”. Nesse sentido, o presente tem como objetivo relacionar a peça com as teorias das influencias seletivas.
Emergindo em contraste com um oceano de propagandas erotizadas de bebida alcoólica, surgiu no Brasil a propaganda de massivo investimento da Johnnie Walker, “Keep Walking Brazil”. De recepçãogeralmente positiva e simbolismo curioso, ela mereceu um número de comentários em blogs e sites de vídeos e recebeu generalizada atenção. Aqui estudaremos alguns dos motivos por trás da atenção que recebeu, bem como os motivos dos produtores do vídeo para fazê-lo como é, de acordo com as teorias de Carl Hovland.
Primeiramente, há de se notar que a Johnnie Walker nunca tinha feito uma vinheta dedicada aum país ainda. Também se deve levar em conta que é a marca de whisky de maior sucesso no mundo, e finalmente, que o Brasil é o país que mais consome whisky no mundo. A estratégia da Johnnie Walker pode ter sido se demonstrar como afirmadora crível para dizer que o Brasil está crescendo, devido ao sucesso financeiro da marca e à sua popularidade no país. Tendo a credibilidade que tem devido a seucarisma, a marca pode dar sua mensagem de otimismo sobre o crescimento brasileiro com grande efeito, e assim, conseguir ainda mais atenção do público brasileiro do que já tem. Não só pelo apoio demonstrado pela Johnnie Walker ao país, mas também ao fato do Brasil ter sido o primeiro país ao qual a marca dedicou uma vinheta. Não há um único argumento explícito em toda a duração do vídeo. O produto emsi, o whisky, não é nem referenciado durante a propaganda inteira, exceto pelo anúncio da marca no finalzinho do anúncio. Mas o vínculo que a Johhnie Walker cria, ou espera criar, com o Brasil ao fazer essa propaganda é a grande aposta, e a edição gráfica incomum, o cenário sem fala, e o ambiente carioca demonstrado daquele modo não-estereotípico do comercial são os recursos do filme para prenderatenção enquanto a mensagem não chega.
Há um pouco de mistura na classe social à qual a vinheta apela, com uma tendência à classe alta. Por um lado, se Carl Hovland já dizia que as classes sociais baixas favorecem propagandas sem argumentos contrários às teses por elas defendidas, então o aparente otimismo da propaganda pode apelar às classes mais baixas de certo modo. Por outro, no entanto, osimbolismo da mensagem é grande para uma propaganda de bebida, e classes mais altas tipicamente têm mais acesso aos meios pelos quais decifrar os símbolos demonstrados na propaganda, especialmente a internet, o que dá à vinheta seu apelo às classes mais abonadas. Finalmente, um apelo misto é a variação dos temas erotizados pelos quais as propagandas de bebida já são infames. Atrai a atenção detodos os públicos algo que escape dessa tendência.
Além da tematização incomum, esse anúncio tem um meio incomum de chamar a atenção dos espectadores: o impacto dessa propaganda se dá por meio de um clímax. No começo da vinheta, vemos o Pão de Açúcar tremendo, e então, se levantando. Não se sabe do que se trata a propaganda, até que, no final do anúncio, se mostram as palavras “Keep Walking”, e emseguida o nome da marca Johhnie Walker, essas palavras sendo o mais próximo de argumentos que o comercial possui. A boa recepção da peça clama que a tática funcionou, embora ainda haja um pouco de dúvida na relação entre toda a peça e a marca. A mais óbvia é a de que o gigante começa a andar, a “walk”, como em “Walker” de “Johnnie Walker”, e esse movimento vem acompanhado do slogan da marca,...
tracking img