O uso da linguagem e seus níveis em programas de rádio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1784 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O USO DA LINGUAGEM E SEUS NÍVEIS EM PROGRAMAS DE RÁDIO

CARLOS ROBERTO TRENTIN FONTOURA PROFESSOR ELIAS JOSÉ MENGARDA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM - FW

RESUMO Este artigo tem como objetivo estudar e investigar os níveis de uso da norma padrão ou culta em entrevistas radiofônicas. Sabemos que os usuários da língua se expressam de diferentes maneiras, dependendo do contexto decomunicação. Esse contexto pode ser informal ou formal. É comum que os linguistas classifiquem os usos da língua em padrão, culto, popular e coloquial. O programa escolhido para esse estudo foi uma entrevista em uma rádio local da região de Frederico Westphalen, RS, Brasil. Palavras-chave: Emissora de Rádio; Locutor; Entrevistado; Língua; Variação Linguística.

1 - INTRODUÇÃO O objetivo desseestudo é analisar o comportamento linguístico dos falantes quanto ao uso da norma padrão ou culta. O mais importante a ser analisado nesse trabalho é a maneira como o entrevistador e o entrevistado fazem o uso da palavra, se de forma correta ou habitual do seu dia a dia, ou seja, usando a norma culta ou coloquial, verificando se os usos das normas gramaticais estão corretos ou não. Levou-se em contatambém que a região é habitada por muitos descendentes de imigrantes italianos, com um sotaque e dialeto, próprios dessas comunidades de descendência italiana, porém, o sotaque do povo gaúcho se destaca como uma língua regionalista com identidade própria em cada região do estado assim como na região noroeste onde foi realizada a entrevista a qual foi utilizada para execução desse trabalho. 2 -NORMA LINGUÍSTICA Norma é o uso padrão, relativamente estabilizado tradicional ou socialmente, que se faz de uma determinada língua dentro de uma comunidade linguística, conjunto de hábitos linguísticos vigentes no lugar ou classe social de maior prestigio no país. Faraco (2002) caracteriza norma linguística como uso rotineiro da língua nos diversos grupos sociais, portanto cada grupo social tem suanorma da língua, o que permite dizer que não existe apenas uma norma linguística, mas variadas normas que caracterizam a diversidade de grupos

que fazem parte da sociedade brasileira, assim pode falar-se na norma linguística das comunidades rurais, na forma da língua dos grupos de jovens urbanos, na norma da população que vive nas periferias urbanas, na norma informal da classe média urbana,estes são exemplos usados pelo autor. 3 - NÍVEIS DE LINGUAGEM A língua é um código de que se serve o homem para elaborar mensagens, para se comunicar. Os critérios que determinam a norma de uma língua se estabelecem ao longo do tempo principalmente pela ação da escola e dos meios de comunicação. Esses dois instrumentos sociais levam os falantes de um idioma a aceitar como "certo" o modo de falar dacamada da população que, em virtude de sua situação social privilegiada, tem maior prestígio na sociedade. Essa variedade, chamada língua culta, usualmente é falada e escrita em situações mais formais pelas pessoas de maior e instrução e maior escolaridade. Os documentos oficiais (leis, sentenças judiciais etc), os livros e relatórios científicos, os contratos as cartas comerciais, os discursospolíticos etc, são exemplos de textos escritos nessa variedade linguística. A língua coloquial, por outro lado, é uma variante mais espontânea, utilizada nas relações informais com os falantes. É a língua do cotidiano, sem preocupações com as regras rígidas da gramática normativa. Outra característica da língua coloquial é o uso constante de expressões populares, frases feitas, gírias etc. É alinguagem do povo. Uma comparação entre a língua culta e a língua coloquial permite notar que, em certos aspectos, as diferenças entre as duas são bastante evidentes; mas, em outros, os limites não são tão claros e fica difícil, nesses casos, definir o que é culto e o que coloquial. Na tabela abaixo, estão resumidas, de forma simplificada, as diferenças mais facilmente observáveis entre essas duas...
tracking img