O trabalho humano, história do capitalismo e economia solidária

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4259 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTECOOP
Universidade Federal de Itajubá

CARTILHA DE FORMAÇÃO
DE GRUPOS
módulo I

INTECOOP
Universidade Federal de Itajubá

O TRABALHO HUMANO,
HISTÓRIA DO CAPITALISMO
E ECONOMIA SOLIDÁRIA

INTECOOP
Universidade Federal de Itajubá

ficha técnica
edição :
joão eduardo tanuri rodrigues hermisdorff
jtanuri@hotmail.com
projeto gráfico e diagramação:
thamiris piló machadothamy.thamy@gmail.com
campus universitário
Bairro pinheirinho - itajubá/mg
cep 37500-903
telefone: (035)3629-1288
intecoop@unifei.edu.br
universidade federal de itajubá

www.intecoop.unifei.edu.br

apresentação

Querido Leitor,
Educando ou Educador.
Receba em tuas mãos nosso programa
A instrumentalização de uma formação
Com a vista para a Auto-Gestão.
Um novo mundo se abre!Percorrendo o caminho traçado por essas páginas
Entre palavras, figuras e didáticas.
Não se preocupe, estamos juntos
Construindo o que há de melhor
A mudança no mundo não tarda
Nossa Economia é Solidária!
João Tanuri

Sumário
I - Capitalismo
1 – O trabalho humano ________________2
2 – Modos de produção _________________7
3 – Surgimento do Capitalismo _______11

II - Economia Solidária
1 – Oque é Economia Solidária? __________________ 14
2 – Princípios gerais _____________________________ 17
3 – Organização da Economia Solidária __________ 18
4 – formas de organização jurídica ______________19

Mas o trabalho
é só isso?
Uma forma de
pagarmos as contas?

O trabalho, assim como nós o chamamos,
tem extrema importância nas nossas
vidas. Desde muito cedo, a busca
pelotrabalho começa a
nos atormentar.

O que é o trabalho?
Será que já paramos
para pensar
sobre isso?

No século XIX, um filósofo alemão chamado
Karl Marx escreveu teorias sobre o trabalho.
Segundo ele, o trabalho é a transformação da natureza.

Possivelmente, você responderá que o trabalho nos dá condições
de sobrevivência e que, sem o trabalho não conseguiríamos pagar
nossas contas. Nãosatisfeito, você também nos diria que aquele que
não trabalha é vagabunda, não quer nada com a dureza da vida.

Mas o que seria isso?
Como assim transformação
da natureza?
Segundo Marx, o homem domina a natureza e a transforma
naquilo que ele idealiza, colocando-a sob seu serviço.

mplo:

Por exe

O homem necessita escrever para se comunicar com outros
homens, portanto ele corta aárvore e a transforma em um lápis.

É claro que não é fácil transformar uma
árvore em lápis. Muito tempo se passou para
aprendermos a derrubar uma árvore
e principalmente fabricar um lápis.
Antes disso, o homem primitivo se
comunicava lascando pedras e
pintando paredes das cavernas.

Para Marx, então, todo processo de trabalho é um processo
de transformação da natureza, mas aotransformá-la,
o homem também transforma a si mesmo. Assim, ao lascar uma
pedra para escrever algo o homem se transforma e aprimora
tanto sua escrita quanto o instrumento que ele utilizou.

Em outras palavras, o homem aprende
com aquilo que faz.
Cada vez que ele
transforma a natureza
no processo de trabalho,
o homem é capaz de
analisar as melhores
formas de produção,
o que dá certo
e o que dáerrado,
aliando qualidade à
quantidade e desenvolvendo
novas tecnologias
para suprir suas
próprias necessidades.

É importante lembrar que o homem só transforma
a natureza de acordo com uma necessidade que ele tem.
o,

portant

É a partir de uma necessidade objetiva/material que o homem cria
seus instrumentos para suprí-las.

ou seja,

Só existe lápis devido à necessidade de secomunicar.

A aranha ou a abelha transformam a
natureza pelo simples instinto
de sobrevivência. Não quer dizer que
ENTÃO A ABELHA QUE CONSTRÓI A SUA
realizem processo de trabalho.
COLMÉIA TRANSFORMA A NATUREZA?
O que difere o homem desses animais
E AS ARANHAS QUE TECEM AS TEIAS?
é a capacidade de, racionalmente,
O QUE DIFERE O HOMEM DESSES ANIMAIS?
idealizar e visualizar seu produto em...
tracking img