O trabalho do autor, estabelece uma discussão e uma proposta sobre teoria e prática da pesquisa, relatando as condições atuais em que há professor que apenas ensina e pesquisadores que só pesquisam e não ensinam. para

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (765 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
DEMO, Pedro. Pesquisa: princípio científico e educativo. São Paulo: Cortez, 1999.

O trabalho do autor, estabelece uma discussão e uma proposta sobre teoria e prática da pesquisa, relatando ascondições atuais em que há professor que apenas ensina e pesquisadores que só pesquisam e não ensinam.
Para Demo, a pesquisa precisa ser vista como um processo natural da prática e que não é só busca oconhecimento, mas é um ato político, que abre horizontes no contexto científico e que deve aparecer em todo o trajeto educativo.
O autor diz que a teoria faz parte de qualquer projeto de captaçãoda realidade e que, junto com a prática, detêm a mesma relevância cientifica se fundindo num todo. Para ele, por questão de método, é preciso distinguir ciência pura e aplicada, entre teoria e práticae levanta o problema do cientista somente saber, estudar, analisar e não intervir, mudar,questionar.
Defende a capacidade de questionamento da pesquisa como fonte principal da renovação cientificano contexto dos interesses sociais e que está sujeita aos interesses políticos, capitalistas, que a coloca a serviço do poder, podendo informar para desinformar, inventar dados para denegrir,conhecer, matar e como estratégia de acumulação de capital. O autor fala que, como princípio científico, a pesquisa instrumenta qualquer interesse político, principalmente quando se pinta de neutra. O quefaz da aprendizagem algo criativo é a pesquisa, porque a submete ao teste, a duvida, ao desafio, desfazendo tendência reprodutiva.
O autor afirma que professor é aquele que ensina, baseado emseus conhecimentos adquiridos com pesquisas, e que as ciências sociais priorizam a teoria em detrimento daprática, no que tange ao currículo. É preocupante que
as ciências sociais insistam noespecialista em generalidades, produzindo o
cientista, apenas bom de discussão e crítica. Um educador, pela sua formação,
deve saber discutir ciência e seus caminhos de construção, para atingir a...
tracking img