O trabalho como base para a construção da individualidade humana: contribuições de fromm e dejours.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 58 (14264 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E MARKETING
PÓS GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE PESSOAS










KAROLINE FELIX DA SILVA







O TRABALHO COMO BASE PARA A CONSTRUÇÃO DA INDIVIDUALIDADE HUMANA: CONTRIBUIÇÕES DE FROMM E DEJOURS.

 











Maceió
2009





KAROLINE FELIX DA SILVA


















O TRABALHO COMO BASE PARA A CONSTRUÇÃODA INDIVIDUALIDADE HUMANA: CONTRIBUIÇÕES DE FROMM E DEJOURS















Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à ESAMC – Escola Superior de Propaganda e Marketing, como requisito para a obtenção do certificado de Pós Graduação em Gestão de Pessoas, sob orientação da professora Virgínia Spinassé.














Maceió

2009AGRADECIMENTOS




A Deus, em primeiro lugar, por oportunizar o alcance de mais uma vitória em minha vida.
A minha família, que sempre ofereceu apoio e compreensão diante das adversidades.
Aos nossos colegas de curso pela amizade e troca de conhecimento ao longo desta trajetória.
A todas as pessoas que, de alguma maneira, contribuíram para a realização deste trabalho.A decisão está nas mãos do homem. Está em sua capacidade para levar a sério a si mesmo, a sua vida e felicidade; em sua disposição para enfrentar o problema moral seu e de suasociedade. Está em sua coragem para ser ele mesmo e por si mesmo. (FROMM, 1983: 211)
SUMÁRIO

RESUMO 06

INTRODUÇÃO 07




1. A EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO TRABALHO 10


1.1 O Significado do Trabalho 10


4 O Trabalho Através dos Séculos 11





2. O MERCADO DE TRABALHO ATUAL E SUAS PERSPECTIVAS FUTURAS 16



3. O SER HUMANO E CONSTRUÇÃO DE SUA IDENTIDADE 22


3.1 A Estrutura daPsique Humana 22


3.2 Fromm e o Papel do Trabalho na Formação da Identidade Social do Homem 23

3.3 Dejours e a Relação Entre Prazer e Sofrimento no Trabalho 27




4. CONTRIBUIÇÕES DE FROMM E DEJOURS ACERCA DOS SENTIDOS ATRIBUÍDOS AO TRABALHO PELA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA OCIDENTAL: UMA ANÁLISE COMPARATIVA 34


CONCLUSÃO 38

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 41RESUMO


A evolução do trabalho ao longo da história lhe proporcionou os mais diversos significados, mas em comum permaneceu o sentido de uma atividade cujos esforços são direcionados para um fim específico. Desde sua origem semântica, a palavra trabalho é associada à tortura e sofrimento e é sedimentada neste conceito que a sociedade ocidental se constrói. Omercado de trabalho atual está passando por profundas mudanças, visto que a evolução tecnológica vem gradativamente extinguindo diversas profissões. Em virtude disso, o desemprego vem aumentando e acarretando crises sociais como a violência e a marginalização das classes mais humildes da sociedade. As atitudes e pensamentos conscientes do homem são guiados pela sua estrutura psíquica, de modo que aconstrução da sua individualidade é diretamente ligada à manutenção do seu equilíbrio psíquico. O trabalho constitui a maneira mais eficiente que o homem possui para compor sua identidade social, através da atividade produtiva isenta de qualquer coerção ele consegue desenvolver suas potencialidades afetivas e intelectuais. No entanto, o que encontramos na nova organização do trabalho é um sistemaque manipula o desempenho do trabalhador através do medo e da opressão e o que poderia ser um instrumento de prazer desencadeia o sofrimento psíquico. Em vista disso, o ser humano atrofia suas potencialidades assimilando valores e princípios impostos culturalmente, sem questionar até que ponto eles são válidos. O presente trabalho procurou fazer um criterioso estudo sobre como Fromm e Dejours...
tracking img