O tom alternativo dos the gift

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2638 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Piroska Felkai (FCT)


O tom alternativo dos The Gift na música portuguesa


O objectivo desta comunicação é reflectir sobre o papel inovador dos The Gift no panorama musical do pop-rock português.
Desde o início do século 20, que os fenómenos musicais são inseparáveis dos elementos da sua mediação, os quais abrangem questões nos domínios da produção, da reproduçãoe da distribuição. Isto implica que qualquer investigação sobre música pop tem de tomar em conta as interligações entre todos estes componentes.
A partir do surgimento da new musicology[1], as possibilidades tecnológicas de produção, armazenamento e reprodução da canção, isto é, a própria natureza dos meios nos quais a música é produzida, (anteriormente excluída do campo de investigação)ganharam terreno por neles se reflectirem os mitos e os desejos que influenciam a sociedade de consumo. Tornam-se também eles responsáveis pela formação da identidade cultural.
Além do primeiro registo fonográfico intitulado Digital Atmosphere[2], o grupo The Gift lançou até agora mais quatro álbuns: Vinyl (1998), Film (2001), AM-FM (2004), Fácil de entender (2006).
A escolha do títulodos primeiros quatro trabalhos prende a atenção pelo facto de serem designações das “materialidades da comunicação”[3]. Este facto leva-nos a reflectir sobre o acto interpretativo numa perspectiva diferente do ponto de vista hermenêutico, ou seja, além da primazia dada à identificação e à atribuição do sentido, é igualmente necessário atribuir importância aos fenómenos comunicacionais, componentesmateriais que são indispensáveis à veiculação do sentido.
Para além dos títulos escolhidos pelo grupo, os próprios meios de registo (de um lado, a gravação analógica ou mecânica - o disco LP - e, do outro lado os meios digitais), ou as formas de mediação (filme e rádio), sublinham a presença indispensável das materialidades no acto artístico em questão.
Segundo a distinção formulada porRosemary Coombe e por Andrew Herman, o que nós entendemos por cultura de massas são textos, imagens e sons, considerados artefactos “dirigidos a uma massa de consumidores sob o controlo central dos média industrial.” Tal cultura é unidireccional e não dá espaço às respostas, ou se o dá, é pouco provável que a voz interrogativa seja amplamente ouvida.[4]
Em contrapartida, a cultura pop[5],apesar de “utilizar os recursos dos produtos de consumo fornecidos em massa”, consegue todavia transformá-los, facultando novas formas de percepção e de satisfação, produzindo novos valores durante os processos da actividade cultural.[6]
Na nossa perspectiva, os The Gift pertencem a esta segunda categoria pelo facto de o grupo ter manifestado a intenção de abrir um novo horizonte para o conceitode identidade, não apenas ao nível cultural, mas também ao nível individual.
Na nossa comunicação vamos analisar a maneira como esta intenção origina que tanto as letras das canções, como a arte e a performance da imagem (vídeos), são elaboradas com ironia e numa visão crítica.
O álbum Fácil de Entender é considerado como uma revisão do trabalho anterior do grupo que também já foidenominado, quanto à musicalidade, como o cruzamento de um “pop mais estruturado” e com uma “electrónica sofisticada”[7], misturados com registos de rock e de música clássica.
Para apoiar as nossas reflexões sobre o papel inovador do grupo, escolhemos uma das canções do último álbum, cujo título é Ok! Do You Want Something Simple, editada pela primeira vez no álbum Vinyl. A nosso ver, a ideiaoriginal, explícita na letra da canção, incorpora uma intenção provocadora para criticar as atitudes consumistas contemporâneas.[8] Na parte introdutória da primeira versão desta canção, o timbre da voz da cantora é caracterizado pela sua materialidade mais acentuada, manifesta numa entoação que nos pode transmitir a sensação de indignação e de aborrecimento. A voz cantada é acompanhada por uma base...
tracking img