O teologo como um formador de opiniao perante a sociedade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1088 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O TEÓLOGO COMO UM FORMADOR DE OPINIÃO PERANTE A SOCIEDADE

Acadêmica: Núbia Alves de Souza Araújo
Professor Mestre: Francisco Adão da Silva
ITQ – Instituto Teológico Quadrangular – Reg. 308
Curso: Livre de Teologia – Disciplina: Introdução a Teologia
16/04/12

RESUMO

Este estudo tem por principal objetivo analisar os critérios e características que os teólogos precisam ter paraformar opiniões perante a sociedade sem deixar de lado o valor da sua devida função como teólogo, esclarecer, aconselhar e orientar seus fies sempre na direção do Espírito Santo.

Palavras-Chaves: Deus, Teologia, Opinião


1 INTRODUÇÃO

Para uma melhor compreensão, vamos definir o que é Teologia. De acordo com o conteúdo que tenho estudado na apostila do ITQ; Introdução a Teologia:Profa Eliane H. Rodrigues, Profa Josilene do Nascimento, 2011. A palavra teologia é de origem grega. Theos significa Deus e Logia indica o sentido de estudo. Sendo assim, Teologia é o estudo sobre Deus ou sobre as coisas de Deus. A teologia, mais que conhecimento de Deus, mais que discurso sobre Deus, é também, sobretudo conhecimento e discurso a partir de Deus, possibilitado por iniciativa edesejo do próprio Deus. Não haveria teologia se Deus não houvesse rompido o silencio e falado sobre si próprio. Assim como não pode haver teologia se o ser humano não se dispuser a escutar e crer que o que foi dito e esta escrito é verdade. Não haverá, igualmente, teologia se a razão humana, criada e dada por Deus, não se colocar em marcha para organizar e entender o dado revelado de forma organizadae comunicável as gerações de ontem , de hoje e de amanha.




2 O TEÓLOGO COMO UM FORMADOR DE OPINIÃO PERANTE A SOCIEDADE

Como fazer com que uma sociedade incrédula entenda a existência de Deus? Esse é um dos grandes problemas de todo teólogo, que não consegue sequer começar a formar opinião alguma sem crer no principal, Deus. Vemos a preocupação do ApóstoloPaulo em orar pelas igrejas, para que crescessem no conhecimento, pois entendia que isso produziria um viver santo. Sem dúvida o teólogo deve ter esse viver santo e saber que seu viver santo influencia e conscientiza o homem a crer no que foi dito e escrito por revelação de Deus.

Porem a teologia não pode desistir, pois esse trabalho deve ser feito. Seus resultados são de imensaimportância para a evolução da missão teológica, que é fazer a sociedade crer em Deus, e seguir seus princípios deixados registrados na Bíblia. No entanto, somente a Bíblia tem a resposta mais segura e compatível com a origem da vida e dos seres criados. Formar opiniões que resultem à esta reação da sociedade é muito difícil. Segundo DALSASSO (2006) a importância de formar opinião é:Formar opinião é relevante porque gera crença, que é o núcleo da vontade, da decisão e da mudança. Geralmente, os formadores de opinião são agentes organizações, instituições ou pessoas que adquiriram exposição e respeitabilidade por terem cumprido realizações notáveis [...] Quando eles se pronunciam, a sociedade ou segmentos dela aceitam seus pontos de vista como verdades irrefutáveis,determinantes.

Gerar crença em Deus depende então que teologia surpreenda o meio social de forma impactante. Devemos agir com grandes estudos e muito bem fundamentados, não simplesmente falando de fé (que é indispensável ao teólogo), mas usando argumentos racionais sem estipular dogmas, buscando responder os problemas que atingem a sociedade em que vivemos. Como afirma ZILLES (2008):Cada vez mais o papel do teólogo torna-se imprescindível para a vida da igreja e da sociedade não basta repetir doutrinas e fórmulas dogmáticas, oferecendo respostas a perguntas hoje não-feitas. Sua missão na igreja é buscar respostas para problemas novos e velhos à luz da fé e da razão [...] Se fé é necessária para fazer teologia, isto não significa que é suficiente. O teólogo...
tracking img