O tempo e a eternidade de santo agostinho

Páginas: 40 (9815 palavras) Publicado: 29 de maio de 2014
-1-

Ministério da Educação
Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri – UFVJM
Minas Gerais – Brasil
Revista Vozes dos Vales: Publicações Acadêmicas
Reg.: 120.2.095–2011 – UFVJM
ISSN: 2238-6424
Nº. 02 – Ano I – 10/2012
http://www.ufvjm.edu.br/vozes

O Tempo e a Eternidade em Santo Agostinho1
Prof. Dr. Roberto Amaral / Camila Cristina de Souza / Crislene Silva PereiraProfessor Adjunto I e Diretor da Faculdade Interdisciplinar
em Humanidades – FIH – UFVJM - Diamantina – Minas Gerais – Brasil
E-mail: penedo.amaral@gmail.com
– Bacharel em Humanidades da Faculdade Interdisciplinar em Humanidades – FIH –
UFVJM - Diamantina – Minas Gerais – Brasil
E-mail: camilasouza47@yahoo.com.br
- Bacharel em Humanidades da Faculdade Interdisciplinar em Humanidades – FIH –UFVJM - Diamantina – Minas Gerais – Brasil
E-mail: crisdtna@gmail.com
Resumo: Este presente artigo tem como principal objetivo, ressaltar a importância
da vida, obra e filosofia de Santo Agostinho, ultrapassando todos os limites de
épocas e influenciando os dias atuais. Suas obras e sua filosofia são fundamentadas
na fé e na razão. No Livro XI de Confissões, uma de suas principais obras,Agostinho discute a questão do Tempo e da Eternidade e afirma que, a questão da
temporalidade está totalmente ligada ao homem, ele nos direciona a refletir sobre o
que é o tempo. O medimos a todo o momento, convivemos com ele a cada instante
e ainda assim o desconhecemos. Agostinho explica a questão da temporalidade
utilizando-se da tríade, memória, intenção e espera, sendo, Passado, Presente eFuturo modulações de um único tempo. O tempo só é tempo porque o medimos,
caso contrário seria a eternidade, e esta, só pertence a Aquele que é eterno, Deus, o
único uni presente.
Palavras-chave: Santo Agostinho. Confissões. Tempo. Eternidade. Deus.
1

Artigo apresentado para Defesa de Trabalho de Conclusão de Curso – TCC do Curso Bacharelado
em Humanidades, sob a orientação do Prof. Dr.Roberto Antônio Penedo do Amaral.
Revista Vozes dos Vales da UFVJM: Publicações Acadêmicas – MG – Brasil – Nº 02 – Ano I – 10/2012
Reg.: 120.2.095–2011 – PROEXC/UFVJM – ISSN: 2238-6424 – www.ufvjm.edu.br/vozes

-2-

Introdução

Agostinho se destaca como o principal bispo e filósofo da Patrística, sua
filosofia é de grande relevância, pois exerce forte influência na vida contemporânea.
Suasobras ultrapassam todas as fronteiras existentes,

exercendo papel

fundamental na filosofia cristã, em que tem Deus como centro de todos os
acontecimentos.
Os pensamentos agostinianos encontram-se descritos e reafirmados no
livro Confissões, sua obra mais significativa, na qual declara todo o seu respeito,
amor e admiração ao Soberano, fonte única de toda Verdade. A filosofia deAgostinho instiga a busca interior, um pertencimento literário, pois ao ler sua obra, é
impossível não pensar na própria existência humana, nos acontecimentos
vivenciados no cotidiano e na grandeza das coisas divinas.
No livro XI de Confissões, Agostinho faz uma análise filosófica sobre a
essência do tempo, ele parte do principio de que Deus é o criador do céu e da terra
e de tudo que nela éinserido. O tempo é visto por Agostinho, como a distensão da
alma humana, sendo esta, capaz de voltar-se ao passado, intencionar no presente e
se projetar a um futuro que ainda não existe.
O Presente é um contínuo deixar de ser, nunca é estabilizado, a cada
instante ele se vai, em contrapartida, a eternidade é um único presente, é imutável,
ela não se vai, permanece, e só pertence ao criador detodas as coisas.
É perceptível a forte ligação existente entre a alma humana e a memória,
é a memória que faz existir um passado no presente, e os vestígios de tal passado,
encontram-se impregnados na alma, sendo esta, capaz de revelar os mistérios mais
profundos de qualquer indivíduo.

1. Santo Agostinho: vida e obra

Em Tagaste, no dia 13 de Novembro de 354, nasce Aurelius Augustinus,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Santo Agostinho e o Tempo
  • Tempo, santo agostinho
  • O tempo em santo agostinho
  • Tempo em santo agostinho
  • Tempo e memória em santo agostinho
  • Santo agostinho e sua concepção sobre o tempo
  • A ontologia do tempo no pensamento de santo agostinho
  • O tempo e a temporalidade na Visão de Santo Agostinho

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!