O surgimento da sociedade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1845 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
s presenças e utensílios preservados para tentar traçar, pelo menos parcialmente, sua cultura e costumes.
Em 1823 é descoberto o primeiro fóssil dum ser humano moderno, em 1829 de um neanderthal, em 1848 e 1856 mais fósseis de neanderthais, em 1859 Charles Darwin publica a origem das espécies. Em 1863 os Neanderthais são classificados. Em 1865 Gregor Mendel publica os resultados das suasexperiências genéticas.[2] Há certas dúvidas sobre quais foram exatamente os nossos antepassados mais remotos. Os seres humanos modernos só surgiram há 150 mil anos. Os humanos são primatas e pertencem ao grupo dos grandes símios, sendo originais de África.
Depois dos últimos ancestrais em comum com os oragontangos há 15 ou 14 milhões de anos (época dos antepassados de todos os grandes símios atuais),com os gorilas há 10-8 milhões de anos e como os chimpazés há 7-5 milhões de anos. É nessa época que o continente africano sofre uma série de mudanças. Naquela época toda a zona equatorial estava coberta por uma selva tropical, a África de há 8 milhões de anos era mais húmida que a atual, mas depois aconteceu vária mudanças climáticas devidos aos pólos, até que desde há 7 milhões de anos afloresta tropical tem diminuído.[3]
Entre há 7 e 6 milhões de anos surgiram em África duas espécies que pertenceram aos primórdios da evolução homínidea foram o Sahelanthropus tchadensis com um misto de caraterísticas humanas e símias, e o Orrorin tugenensis já bípede mas que não se sabe o tamanho do cérebro, que no Sahelanthropus era de 320–380 cm cúbicos.[4][5] Os homínideos da época habitavam aÁfrica subsariana e na Etiópia e Tanzânia, ou seja na África Oriental. Seguiram-se a esses primeiros homínideos os Ardipithecus e mais tarde (há 4,3 milhões de anos até há 2,4 milhões) os australopithecus, descendentes dos ardipithecus.
_______________________________________________________________________
Tornou-se hoje lugar-comum afirmar que vivemos em uma "sociedade da informação" ouem umasociedade pós-industrial cuja base se deslocou, graças ao surgimento da comunicaçãoeletrônica, do "modo de produção" para o "modo de informação".
Talvez seja de algumautilidade, nesta sociedade, estudar em períodos mais remotos a informação, sua coleta, registro,recuperação, disseminação e ocultamento. Talvez seja útil até mesmo ver o passado, como fazemalguns sociólogos, em termos de surgimento,predominância e declínio de diferentes sistemas decomunicação, orais, escritos ou impressos. E quando se aborda o passado dessa maneira, hámuito que dizer sobre as cidades. Manuel Castells, por exemplo, autor de um estudo recente desociologia urbana, fala da "cidade informacional" da década de 1980

Castells contrasta dramaticamente presente e passado. Mas não devemos esquecer que, naprimeirafase da imprensa, aproximadamente de 1450 a 1800, de Gutenberg ao surgimento daimprensa a vapor, as cidades já eram importantes no processo de comunicação. Inversamente, asatividades relacionadas com a comunicação (para não chamá-las de "indústria da comunicação")foram fundamentais para o crescimento e a prosperidade de algumas cidades. Nos primórdios daEuropa moderna, os principais centros deinformação e comunicação eram um punhado degrandes cidades, notadamente Veneza, Roma, Amsterdã, Paris e Londres. Por "grandes" cidadesentendo aquelas com população de cem mil habitantes ou mais, um grupo que se expandiu de nomáximo cinco na Europa em 1500 para pelo menos 25 em 1800, época em que Londres seaproximava da marca de um milhão.Este ensaio especulativo irá concentrar-se nas cinco cidadesmencionadas. Ressaltará maisas tendências comuns do que as variações ou contrastes locais entre cidades portuárias e capitais,cidades do norte e do sul, católicas e protestantes etc. A escolha de grandes cidades não significaque não tenham ocorrido mudanças expressivas na informação em outros lugares. A razão parafocalizá-las está simplesmente no fato de que nelas se encontra um volume maior de...
tracking img