O surgimento da humanidade e a família

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2233 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O surgimento da humanidade e a família.

Há um consenso de que a sociedade humana foi precedida por sociedade sub-humanas, por hordas de primatas, de que a condição humana é originária. Levi-Strauss[1] caracteriza a passagem da natureza para a cultura, das hordas sub-humanas à sociedade humana propriamente dita, pela constituição da família.

Quando o grupo deixou de ser horda promíscua, sobos caprichos de um macho dominante e se constituiu em unidades exógamas, organizadas sob uma norma que, proibindo o incesto, punha as mulheres de um grupo à disposição de outros grupos, assim a relação de pais e filhos, de irmãos e irmãs se pôde estabelecer, e, por mecanismos de aliança, os grupos consangüíneos puderam ir tecendo a teia de sociedade cada vez mais numerosas e complexas.

O serhumano é fruto dessa organização cultural que lhe faz ter um pai e uma mãe , que tem deveres para com eles aos quais deve respeito, obediência, dos quais recebe não só a vida biológica mas também as normas e aquisições da cultura e da sociedade. É um ser que tem irmãos, não somente pessoas do mesmo sexo ou de outro sexo, ao seu redor, da mesma geração, mas seres unidos por laços de educação comum,de obrigações de partilha, por laços afetivos e de cooperação generalizada. É um ser que tem parentes (consangüíneos, aliados) e, desde cedo, aprende que as relaçãoes para com os outros define seu ser, sua vida, seu status. Na verdade, a família humana “se parece mais com unidades como ordens monásticas ou corporações artesanais, do que com o remoto grupo biológico que lhe deu origem.”[2]

Afamília não é simplesmente um tópico da reflexão etnológica ou sociológica, mas constitui um problema fundamental para a antropologia filosófica, e mesmo par qualquer filosofia existente e que queira entender o “Eu”, de qualquer conceito que queira entender o homem, pois a família foi a acondição neessária, mais ainda, foi constitutiva, de sua humanidade. Não só a filogênese (de sua espécie), masna sua ontogênese, na constituição de sua personalidade do seu “Eu”. Tudo o que foi dito sobre a necessidade do “Outro” para se constituir um “Eu”, da simbiose de um Eu e de um Tu no seio de um Nós, tudo isso é ainda mais verdadeiro e mais originário na família[3].

Acresce a isso que o homem um um animal simbólico: é com a mãe que ele aprende a falar, a comunicar-se: com a língua materna aprendeas idéias, as categorias, os valores da sociedade e da cultura lhe são transmitidos e moldam sua maneira de situar-se nele e de ver o mundo.

A figura do pai traz ao indivíduo desde o princípio uma experiência de dualidade de sexos e de relacionamentos, bem como a experiência da autoridade, do poder, com o qual, sob uma forma ou outra, o ser humano vai ter que lidar durante toda a sua vida:micropoderes que são um verdadeiro novelo em torno da pessoa e de sua existência. Poderes pelos quais vai lutar, que vai querer assumir ou combater, mas dos quais não vai poder escapar.

A família sobretudo nos seus inícios, e até uma época relativamente recente, não era só, nem mesmo principalmente, o grupo conjugal, e sim uma estrutura bem mais compelxa que abrangia uma rede tão extensa queterminava por abranger a sociedade inteira e assumia toas as funções políticas e econômicas. Funções sociais que depois a sociedade atribuiu, no seu desenvolvimento, a instâncias diversas e especializadas: escolas, empresas, associações, igrejas, etc. A vantagem da família ampliada com suas ramificações até onde terminava o horizonte da clã e da tribo é estender para a sociedade total, os padrões derelacionamento familiares, em especial as relações de fraternidade. Todos se tornam, de certa maneira, irmãos e as relações significam solidariedade , partilha, estima mútua e mesmo ternura.

O Estado e a Família

A divisão da sociedade em classes, com o advento do Estado para manter uma ordem estabelecida sobre a desigualdade, passou a dominar um modelo inverso da fraternidade, onde os...
tracking img