O suicidio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1769 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O SUICIDIO

1º PERIODO DE PSICOLOGIA


NOVEMBRO/2012
LORENI PEREIRA




Segundo Durkheim os suicídios não podem ser classificados de doença, porque muitos que se suicidam têm comportamento normal, e de um momento para outro resolvem tirar suas vidas. Mas também pode ser um estado de loucura temporário ou permanente, existem muitas hipóteses e estudos sobre a loucura,mas ainda não se pode afirmar que todo suicida é um louco (não são só problemas interiores que podem levar o individuo a loucura, mas também problemas exteriores no meio social em que ele vive).

Foram classificados quatro importantes tipos de suicidas, os traços essenciais desta classificação foram extraídos de Jousset e de Moureau de Tours, são eles:

-Suicídio maníaco; acontece devido aalucinações ou por concepções delirantes. Ele mata-se para fugir de alguma vergonha imaginária ou de alguma ordem recebida das profundezas. Este tipo de suicida muda rapidamente de odeia, uma hora esta bem e de repente qualquer coisa que possa alterar seu espírito o faz tomar a decisão de dar cabo a sua vida, e se a tentativa falhar ele pode tentar outras vezes; uma hora quer se matar e em outradesiste, a ideia de morte neste tipo de suicida é móvel.

-Suicídio melancólico: quando a vida perde a graça, a pessoa não acha mais motivo para querer continuar vivendo, tudo é penoso, até a vida, e este tipo de suicídio esta ligado a extrema depressão e a uma tristeza exagerada. Este quadro muitas vezes vem acompanhado de alucinações, e é uma ideia fixa que na maioria das vezes leva ao suicídio defato.

-Suicídio obsessivo; não tem um motivo especial para este tipo de pensamento, muitas vezes sua vida esta em ordem, tudo esta bem, mas a ideia fixa de morrer persegue a pessoa, torna-se uma obsessão, a pessoa é tomada por uma ansiedade e acaba por pensar só em morrer.

-Suicídio impulsivo ou automático; não existe motivo para a pessoa pensar no suicídio, mas de uma hora para a outra oimpulso de matar-se se manifesta e a pessoa comete o ato.

Nos centros urbanos é que se concentram o maior numero de suicídios, podemos dizer que os fatos sociais contribuem para esta estatística.

Baseando-se em resultados de um recenseamento realizado em alguns estados diferentes chegou-se ao seguinte resultado: que o numero de mulheres alienadas é maior que o numero de homens, mas o numero desuicídios nesses lugares é maior entre os homens. Verifica-se também que a loucura é muito mais frequente entre os praticantes da religião judaica que das outras religiões, em contrapartida o numero de suicidas entre os judeus é muito pequeno, já entre os católicos e protestantes, o numero de suicídios entre os católicos é muito menor entre os católicos e maior entre os protestantes.

Em umasociedade desorientada e envelhecida pode facilmente surgir a falta de gosto pela vida, desânimo de continuar vivendo, já em uma sociedade jovem é o contrário, pois sentem que tem a vida toda para viverem e realizar seus projetos e sonhos, sentem uma motivação que os leva a querer viver.

Em uma comparação entre o alcoolismo e o suicídio, chegou-se a conclusão que não existe relação entre um eoutro, segundo o autor também não existe nenhuma relação constante entre a neurastenia e a taxa social dos suicídios. Entre os países que apresentam o maior numero de suicídios a Alemanha lidera, mas isso nada tem a ver com a raça e sim com a civilização no seio da qual são educados.

O suicídio não pode ser considerado hereditário, o que se pode transmitir de pais para filhos é certo temperamentoque pode predispor ao suicídio.

A taxa de suicídios entre as crianças é muito pequena, e quando ocorre é na faixa dos cinco anos.

Quanto a estação onde ocorre o maior numero de suicídios poderíamos achar que é no inverno por apresentar dias cinzentos, mas segundo Morselli é no começo do verão fim da primavera, que os suicídios aumentam, porque é nesse período que a vida se torna mais...
tracking img