o ser humano

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 5 (1195 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 25 de março de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
O ser humano pode ser abordado em várias perspectivas (mítica, religiosa, científica, filosófica, científica, do senso comum), porém nosso foco é próprio ao tratamento científico (antropológico); e isto não quer dizer que este seja superior aos demais modos de ver homens e mulheres, mas sim que tem preocupações e encaminhamentos diferentes. Assinale a alternativa concordante a esta afirmação:a. A ciência, a exemplo da antropologia, oferece certezas e segurança em suas conclusões, pois para o pensamento científico interessado na melhoria de vida das populações, em geral, não pode haver dúvidas, por isso deve apoiar-se nas verdadeiras teorias deterministas.




b. O senso comum (o conjunto dos saberes cotidianos) é inferior às ciências naturais (físicas, biológicas,químicas) e sociais (antropologia, sociologia, ciências políticas).




c. Os mitos e as religiões não podem oferecer uma visão racional nem fazer indagações sobre a vida humana e seus sentidos, posto que tais incumbências estejam reservadas às ciências formais.




d. Os papéis da filosofia e da religião, por exemplo, no que concerne às respostas sobre o ser humano e suas várias dimensões, jáforam há muito desmascarados pela ciência, caminho de conhecimento comprovadamente mais adequado que os outros.




e.

Podem conviver as várias visões do humano, pois todas são culturais e devem integrar os significados múltiplos de homem na ideia ampla de humanidade, que é o objetivo ético do ser humano desde que deixou de ser apenas Homo sapiens.

Considere a afirmação a seguir eassinale a alternativa que apresente uma versão antropológica correta para os efeitos da globalização. "[...] De uma cultura para outra, significados variam imensamente, o que torna necessária a compreensão do contexto cultural em que os símbolos são criados e utilizados para que nossa comunicação seja eficaz e consiga atingir seus objetivos."



a.
A expansão do capitalismo global se fazrespeitando as culturas locais.



b.
Cada vez mais o referido contexto é o da sociedade global, pois os lugares perdem totalmente seus significados.



c.
Significados sociais eram constituídos na relação desenvolvida entre os membros do grupo e entre estes e o entorno, raízes essas que hoje não são mais necessárias.



d.
O crescimento econômico das nações se tem dado demodo sustentável, posto que hábitos e costumes vêm sendo preservados em toda parte.



e.
Por mais que a modernização capitalista busque a padronização cultural pelo e para o mercado, fatos como a diversidade étnica, a variedade de línguas e profundas desigualdades sociais mostram os limites históricos do processo de globalização.

Leia o seguinte trecho do artigo de Armand Mattelart eassinale a alternativa cuja afirmação siga uma linha de raciocínio de conotação antropológica.

“A trigésima terceira Conferência Geral da Unesco, em Paris, adotou, no dia 20 de outubro de 2005, uma convenção sobre a proteção e a promoção da diversidade cultural com a quase unanimidade dos 154 países presentes. Dois foram contrários: Estados Unidos e Israel. Quatro abstenções: Austrália, Honduras,Libéria e Nicarágua. Em três dias, aproximadamente, o texto foi aprovado em comissão pelos representantes dos 151 Estados entre os 191 membros da Unesco. O objetivo dessa convenção foi o de dar força de lei à Declaração Universal sobre a Diversidade Cultural, adotada, por unanimidade, após os eventos do 11 de Setembro de 2001. Qualificando a diversidade como 'patrimônio comum da humanidade', essadeclaração se opunha aos 'doentios fundamentalistas' com a 'perspectiva de um mundo mais aberto, mais criativo e mais democrático'.

Dois fóruns institucionais contribuíram para forjar os elementos de uma doutrina sobre a cultura e as políticas culturais. O primeiro é, evidentemente, a própria Unesco. Fundamentalmente a partir do fim dos anos 1960, com a entrada na era pós-colonial, dá-se a...
tracking img