O segundo sexo vol i

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2178 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sumário

Introdução . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1
Desenvolvimento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2
1 . Simone Beauvoir em O Segundo Sexo Vol.1 / Vol.2 . . . . . . . . . . . . . . . . . 2
2 . Laura Mulvey em O Prazer Visual e o CinemaNarrativo . . . . . . . . . . . . .3
3 . Os Acusados (1988) por Jonathan Kaplan . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8
Conlusão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .10
Referências . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10


ResumoApresenta-se uma abordagem ao conceito e definição de mulher, recorendo a obras de Simone Beauvoir e Laura Mulvey, cujos valores nelas discutidos irão também ser relacionados com os valores presentes no filme Os Acusados (1988) .

Introdução

Este trabalho tem como objectivo dar a conhecer algumas perpesctivas femininistas no que toca à situação e definição da mulher.
O primeiro ponto falada obra Segundo Sexo, por Simone Beauvoir, e apresenta uma refelxão da obra, mais concretamente um reflexão a posição da mulher na sociedade, fazendo bastante referência ao desnivelamento de génreos existentes.
O Segundo ponto refere à obra de Laura Mulvey, O Prazer Visual e o Cinema Narrativo, e discute também uma reflexão dos valores da obra, falando em principal do papel voyerista da figurafeminina no cinema narrativo.
Por fim no ultimo ponto, Os Acusados, não só fazendo um pequeno resumo do filme e do seu paradoxo de valores, procura-se também estabelecer um confronto de ideias entre opiniões femeninistas e os valores da sociedade actual.

Trabalho realizado por Mafalda Aires, 6422; Contactar o autor: mafaldayres@gmail.com; Disciplina
Semestral de Cultura Visual II, do 1º Ano daFaculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa.



Desenvlvimento


1. Simone Beauvoir em O Segundo Sexo Vol.1 / Vol.2


"Se a função de fêmea não basta para definir a mulher, se nos recusamos também a explicá-la pelo 'eterno feminino' e se, no entanto, admitimos, ainda que provisoriamente, que há mulheres na Terra, teremos que formular a pergunta: o que é umamulher?"


Segundo Simone Beauvoir, embora esta afirme que uma sociedade fragmentada entre homem e mulher não faria sentido, dada a necessidade do seu conjunto para a criação da própria sociedade no sentido em que a formação do casal é essencial na propagação do ser,afirma também que esta conexão e dependência entre sexos não vem assegurar a libertação da mulher.
Beauvoir acrescenta ainda que amulher fora desenvolvida por meio de um pensamento e cultura que a prepara discretamente para ser menos que o homem, um inferioridade que esta intrínseca em todos os padrões que limitam e manipulam o caminho do crescimento de uma mulher.
A mulher é escrava do homem na medida em que, maioritariamente em termos sociais, existe uma dependência da mulher pelo homem, sendo este o maior obstáculo noseu desenvolvimento individual tanto pessoal como na perseguição de uma definição própria e singular. Uma dependência constante na aprovação ou mesmo na crença de que o homem faz a regra, uma confiança no standart, não permite um avanço pois estas ideias estão demasiado enraizadas, e principalmente demasiadamente tomadas como certas de uma forma tão subtil que não dá à mulher espaço para asquestionar. Esta dependência torna difícil a caracterização da mulher em geral como ser singular sendo quase vista como uma ''variação inferior'' de género.





Embora Beauvoir defenda que as suas diferenças obvias repartem a humanidade em duas categorias de indivíduos, por mais obvias que estas sejam ainda não seriam suficientemente para assumirmos uma igualdade na diferença, não só...
tracking img