O rosto da sombra

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 534 (133317 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Fernando Lino

O Rosto da Sombra

1

"Quantas vezes o medo que temos de um mal nos leva a outro ainda pior."
Nicolas Boileau.

2

Meus agradecimentos à Deus, sempre em primeiro lugar, meu amigo Madson, por sua ajuda, à minha irmã Jenniffer Lino por sua colaboração e a minha amada e estimada mãe, por seu incondicional apoio em tudo o que eu faço.
3

Prólogo

.

4

Bronte,Oakville. A rua escura e arborizada estava silenciosa naquela noite. A vizinhança estava quieta, e muitos já dormiam naquele tranqüilo bairro residencial. O vento farfalhava a copa das árvores e agitava as folhas secas e amareladas espalhadas sobre o gramado da frente de uma das muitas residências estilo vitoriano onde uma caminhoneta estava estacionada junto ao meio fio, com uma das rodasdianteiras sobre a calçada. Apenas as luzes do térreo da casa encontravam-se acesas, jogando a luz fraca sobre o patamar da pequena escada. Do outro lado da rua, alguns metros atrás, um furgão GMC Savana preto estava parado, de vidros fechados. A pessoa ao volante parecia tranqüila, e não tirava os olhos da porta da residência. Havia algum tempo que já estava ali, de campana, observando atentamenteatravés do binóculo, esperando o momento certo para agir. Uma caminhoneta Ford marrom, vidros fumê. A porta do lado esquerdo está amassada. A descrição do veículo dada pela testemunha batia com aquele que estava parado em frente à garagem. - O que temos? – falou uma voz metálica através do fone de ouvido do motorista do furgão. - Nenhuma movimentação na casa. – respondeu ele. Havia três meses queinvestigavam esse caso. Um estuprador já havia matado seis mulheres, enterrando seus corpos em terrenos abandonados, sempre levando consigo as alianças das vítimas. Checando a placa da caminhoneta descobriram que o proprietário era o principal suspeito. Acusado de estupro há oito anos, ele cumprira dois anos de pena e depois fora solto, devido à retirada da acusação pela própria vítima, uma mulher quedepois se disse namorada do acusado. Mais tarde fora descoberto que ela, além de ser casada, fora secretária do lar da mãe do acusado e que na verdade tivera um caso com o mesmo enquanto trabalhou na casa. Após muito trabalho, checando os laudos do exame de corpo de delito do caso observaram que as marcas no pescoço da mulher que o denunciara na época eram semelhantes às das esganaduras encontradasnas das vítimas. Checaram as digitais, e elas batiam. O sêmen, idem. Teria de ser naquela noite que dariam um fim a tudo.

5

O homem ao volante cerrou os olhos ao ver que uma senhora de meia idade, com cabelos grisalhos, abrira a porta e estava saindo da residência descendo lentamente o lance de degraus da frente da casa em direção a caminhoneta, parada no meio fio. - Tem uma mulher deixandoa casa. – disse ele. – Ligou o carro e está saindo. - Estou vendo – respondeu a voz metálica. – Ao meu sinal vocês entram. Confirme? - Entendido. A caminhoneta chegou até a rua e vagarosamente foi se distanciando da casa, virando a esquerda duas quadras depois. Logo depois o furgão saiu, dando a volta no quarteirão e estacionando na frente da casa. Pelo retrovisor o homem ao volante viu que outrocarro, um Chevy Camaro 98 preto, que estava a uns cem metros vinha se aproximando. - A postos. – disse a voz metálica – No três. Um... - Um... – confirmou o homem ao volante. Uma agitação iniciou-se na traseira do furgão. - Dois... - Dois... – a porta traseira do furgão foi aberta e rapidamente seis homens encapuzados, vestidos com coletes e armados de fuzis Heckler & Koch HK416, saíram. Foramcorrendo agachados silenciosamente, se esgueirando pela cerca viva, evitando o gramado, e dividiram-se em dois grupos de três, com um grupo chegando até a porta e o outro se dirigindo para os fundos da casa. - Três! - Três! – o homem ao volante sacou a pistola Desert Eagle .50AE Chrome e correu agachado margeando a cerca viva em direção a porta da frente. O Chevy Camaro 98 preto se aproximou...
tracking img