O romantismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (540 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O Romantismo

Introdução
Geralmente associamos Romantismo a determinados tipos de comportamentos julgados fantasiosos e que sempre estão ligados á emoções e paixão por homens ou mulheres. Mas oRomantismo possui várias características históricas, como, por exemplo, o nacionalismo e o apego á cultura popular.
O Romantismo além de ter sido uma revolução na Europa, também tem seus traçosmarcantes no Brasil e em Portugal, temas que serão abordados a seguir.
O Romantismo marcou a história com suas diversas contradições revolucionárias, e, por isso, é o movimento literário que aindapermanece com total força.

O ROMANTISMO
O Romantismo nasceu na Alemanha e na Inglaterra e, depois de chegar á França, espalhou-se por toda a Europa. Suas origens estão, portanto, diretamenterelacionadas ás profundas transformações políticas e econômicas vividas pela Inglaterra e pela França.
Como expressão cultural de um turbulento período da história, não se pode esperar que o movimentoromântico seja equilibrado e uniforme. Ao contrário, ele traz as contradições e as marcas próprias de uma revolução: otimismo e reformismo social, decepção e pessimismo, saudosismo e contrarrevolução.
Asprincipais características do Romantismo são:
* Predomínio da emoção;
* Nacionalismo;
* Maior liberdade formal;
* Apego á cultura popular;
* Cristianismo;
* Amor intenso, paixão;* Gosto pela noite, pelo mistério, etc.

O Romantismo em Portugal
O Romantismo português nasceu identificado com o liberalismo burguês e com o espírito de luta e revolução que envolveu asociedade portuguesa no século XIX.
Participaram dessa revolução vários setores da burguesia portuguesa, nos quais se incluíam magistrados, comerciantes, militares, professores. Influenciados pelos ideaisda Revolução Francesa, esses setores defendiam a reforma das instituições, a elaboração de uma Constituição, a liberdade de comércio, o direito de participação política do cidadão. Lutavam, enfim,...
tracking img