O renascimento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1515 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Renascimento

Introdução

O Renascimento iniciou-se na Itália, particularmente em Florença, e foi precedido por uma fase de transição, que, pelos fins do século XIII, já paulatinamente ia substituindo a arte gótica. Foi, sobretudo, um fenômeno urbano, produto das cidades que floresceram no centro e no norte da Itália, como Florença, Ferrara, Milão e Veneza, resultado de um período de grandeexpansão econômica e demográfica dos séculos XII e XIII. Os principais traços do renascimento foram a imitação das formas clássicas da antiguidade grecoromana, a preocupação com a vida profana, o humanismo e o indivíduo (culto à personalidade). O Renascimento italiano estende-se pelo século XV (Quattrocento) e pelo século XVI (Cinquecento), e corresponde à redescoberta da Antiguidade. Graças àherança greco-romana, a Itália, virando as costas para o mundo medieval, soube desde essa época recolocar o homem no centro das artes como escala principal e referência absoluta. A primeira manifestação do Renascimento foi o inicio dos estudos sobre a Literatura Clássica e a atividade dos eruditos na busca de Manuscritos Antigos (latim puro, diferente do latim da Idade Média). No século XVI, surge oManeirismo, um período de desequilíbrio marcado pela imitação exagerada e artificial das grandes fórmulas estilísticas e pela exacerbação do “eu” dos criadores.

Contexto Histórico:
* Revolução comercial – início do capitalismo.
* Diminuição do poder da religião: o homem aparece como expressão do próprio Deus, seu herdeiro natural da Terra.
* Humanismo: consciência do próprio homemcomo “centro e medida de todas as coisas”.
* Profusão de descobertas (do passado e da dignidade do homem; de novas terras – Colombo, Vasco da Gama, etc. – e científicas – estudos de anatomia, técnica de pintura a óleo, perspectiva) e invenções (compreensão e exploração da natureza)
* Emancipação artística – consciência da força criativa do artista.
* Surgem os projetos, as regras decomposição, os tratados.
* Surge o mecenas – patrocinador das artes e da ciência
* Interesse pelo colecionismo (tapetes, pinturas, esculturas, mobiliário)
* Inicio do conceito de conforto (Holanda)

Herança do Renascimento:
* Significado da palavra ARTE.
* Subdivisão da arte em Artes Maiores (Arquitetura, Pintura e Escultura), Artes Menores (Cerâmica, Gravura e Tapeçaria) eArtes Aplicadas (decoração).
* Distinção entre Arquiteto (forma do edifício) e Engenheiro (técnica construtiva).
* Convicção de que uma obra de arte deve reproduzir qualquer coisa.
* Criação de uma regra para distinguir o Belo do Horrendo.

Qualificações:
* Renascimento: Ordenado, sóbrio, austero, formal, simétrico.
* Maneirismo: Confusão, exagero, descompromisso,irracionalismo, individualidade, loucura.

Características mais evidentes:
* Mudança do coletivo para o individual, do anônimo ao nomeado;
* Emprego de frontão em portas e janelas, normalmente em semicírculo ou interrompido;
* Fisionomia mais ornamental que estrutural;
* Simetria absoluta;
* Abandono de elementos da arquitetura gótica;
* Composição com muitos elementos contrastantes(maneirismo);
* Naturalismo;
* Dignidade do ser humano;
* Rigor científico; Racionalidade;
* Ideal humanista.

Espaço Arquitetônico:
* A Itália foi a primeira cidade construída em tabuleiro de xadrez, e não em volta de uma praça feudal.
* Moradias divididas em palácios urbanos e “villas” – italianas ou “quintas” – portuguesas (casas de campo).
* Palácios urbanos dasclasses mais favorecidas possuíam formato de caixote e eram localizados em lotes de esquina (eram mais caros, representavam maior poder). Possuíam cornijas para esconderem o telhado.
* Uso de colunas ou pilastras (dórica, jônica e coríntia) em padrão repetido.
* Casas do campo possuíam características maneiristas
* Aumento do tamanho das janelas (maior quantidade de luz nos interiores,...
tracking img