O renasçer do novo mundo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1784 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Émile. Durkheim (1858-1917) -

Introdução
Durkheim foi um dos pioneiros na análise dos fatores coercitivos que levam o indivíduo, desde cedo, a se moldar segundo os parâmetros historicamente impostos pelo grupo social, no qual encontra-se circunstancialmente inserido. Esta estruturação do indivíduo segundo padrões preestabelecidos e exteriores ao próprio, perpassa pelo psicológico, pelomoral, pelos hábitos e costumes, pelo comportamento, enfim, por toda cultura. Tal processo é, até certo ponto, inconsciente, e será determinante no sentido de conferir um maior ou menor engajamento social (ou comprometimento) do indivíduo nos processos coletivos que permeiam as atividades sociais.
Este autor se preocupa em analisar a maneira pela qual o meio social, através de aparelhos decoerção e da própria instituição educativa, contribui para regular, controlar e moldar permanentemente os comportamentos individuais, tornando os processos coletivos aparentemente harmônicos e estáveis. Esse processo de coerção do indivíduo acontece desde cedo, sendo primordial para a garantia da coexistência pacífica entre os indivíduos que, por sua vez, tornará possível uma convivência coletivaestável e pacífica.:
O indivíduo ingressa na sociedade no momento em que, dentro dela, nasce. No mesmo instante de seu nascimento, ele começa a ser moldado pelas instituições que compõem a sociedade: primeiramente, o indivíduo sofre influência da própria família (caso possua uma); depois, mais tarde, de seu bairro, amigos, de sua escola, seu trabalho, sua igreja, etc. A partir daí, oindivíduo assimila (ou não), os hábitos, a moral, os costumes, enfim, toda forma de lei não escrita que rege a convivência de seu grupo. Geralmente, o indivíduo procura agregar as regras do grupo ao seu sistema individual de valores, procurando agir em conformidade com o grupo, pois sabe que estará às margens do mesmo se assim não o fizer. Quando o processo acima mencionado não chega a aconteceradequadamente, o indivíduo se marginaliza em relação aos processos sociais coletivos.
O fato social encontra-se intrinsecamente relacionado aos processos culturais, hábitos e costumes coletivos de um determinado grupo de indivíduos ou sociedade. Tais elementos, além de conferir unidade e identidade ao grupo social, serve de controle e parâmetros às atividades individuais que, em princípio, nãodevem causar desarmonia no corpo social,ou melhor, na convivência oriunda das relações individuais.

O Objeto da sociologia de Durkheim é o:

Fato social _ De acordo com o autor definido como: “as maneiras de agir, de pensar e de sentir, que tenham um caráter coletivo.”ou em outras palavras, “Toda a crença, todo comportamento instituído pela coletividade”.

As características do fato socialsão:
Generalidade: revela a natureza de coletividade de grupo.
Exterioridade:– independem da vontade ou da adesão
Coercitividade – a pressão social exercida sobre o indivíduo, para que ele participe do fato social. Esta pode ter o caráter de sanções legais (previstas por lei) ou espontânea (morais).

O fato social normal são aqueles que não extrapolam os limites dos acontecimentos mais gerais dasociedade. O aborto e o crime, por exemplo, são considerados como normais, porque sempre irão existir.

O fato social patológico quando avança esta taxa dita ‘normal’. Numa sociedade isolada das grandes civilizações são aceitas certas atitudes, comportamentos e costumes que são ‘normais’ aos habitantes desta, Para Durkheim, um fato social se torna patológico quando atinge grandes dimensões eameaçam a sociedade. O crime (que pode ser definido como a transgressão da lei), por exemplo, é considerado um fato social normal já que é um fenômeno social observado em praticamente todas as sociedades. O crime só se torna um fato social patológico quando assume proporções exageradas. Assim, estes fatos sociais patológico são aqueles que se encontram fora dos limites permitidos pela ordem...
tracking img