O realismo machadiano expresso na obra esaú e jacó

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 28 (6984 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FINOM – FACULDADE DO NOROESTE DE MINAS
Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Linguística Aplicada





Idalva Couto Fagundes














O REALISMO MACHADIANO EXPRESSO NA OBRA ESAÚ E JACÓ





















Gama-Brasília2011
Idalva Couto Fagundes

















O REALISMO MACHADIANO EXPRESSO NA OBRA ESAÚ E JACÓ











Monografia apresentada a Faculdade do Noroeste de Minas- FINOM como exigência para a obtenção do título de Especialista em Linguística AplicadaGama- Brasília
2011
























Dedico mais essa vitória a Deus e á todas as pessoas que contribuíram direta e indiretamente em prol do meu sucesso.Agradecimento(s): a Deus, pois sem Ele eu jamais conseguiria realizar esse sonho. Ao meu marido e aos meus filhos e principalmente à minha Mãe que, tanto tem me apoiado e orado por mim..
.










“Gosto de catar o mínimo e o escondido. Onde ninguém mete o nariz, aí entra o meu, com a curiosidade estreita e aguda que descobre o encoberto”.


Machado de Assis
RESUMO
É muito difícil falar sobreliteratura realista no Brasil sem citar o nome de Machado de Assis. Suas obras são verdadeiros clássicos que retratam o cotidiano da vida social.
A Literatura Realista, enquanto estilo literário de época deve ser compreendido como tendência que predominou durante a segunda metade do século XIX. Essa tendência dominou totalmente a estruturação da visão biológica que o homem possui em termosde sociabilidade, ou seja, o indivíduo torna-se produto do meio em que vive.
Esse estilo literário vai agindo lentamente e consegue quebrar tabus expostos pela sociedade burguesa da época. Os escritores realistas valem-se da objetividade, evitando qualquer manifestação de envolvimento sentimental com os acontecimentos narrados.
Os autores deste relevante período literário analisavamcom certo ar de pessimismo o drama da existência sofrida pelo homem, expondo ao máximo os defeitos presentes no ser humano. O que se percebe é que o alvo central de tais afrontas era a burguesia, burguesia essa que sofria afrontas justamente por discriminar direta e indiretamente pessoas de origem menos favorecida como era o caso Machado de Assis, que por ironia pertencia a essa classemarginalizada, denominada escoria da sociedade carioca do século XlX.
Palavras-chave. Romance Esaú e Jacó, Literatura, Machado de Assis, Sociedade carioca do século XIX.

ABSTRACT
It is very difficult to speak on Realistic Literature in Brazil without citing the name of Machado of Assis. Its workmanships are true classics that portray the daily one of the social life.
Realistic Literature,while literary style of time must be understood as trend that predominated during the second half of century XIX. This trend total dominated the estruturação of the biological vision that the man possess in sociability terms, that is, the individual becomes product of the way where it lives.
This literary style goes acting slowly and obtains to break taboos displayed for the bourgeois...
tracking img