O quinto mandamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1070 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Resenha científica

O livro “O Quinto Mandamento: Caso de Polícia”, escrito por Ilana Casoy, relata todo o drama do Caso de Polícia “Richthofen”, ocorrido em 30 de Outubro de 2002. Esse crime gerou uma grande repercussão devido ao requinte de crueldade que se deu em detrimento do casal Von Richthofen, o qual foi brutalmente atacado com golpes de bastões de ferro pelos irmãos Cravinhos que assimficaram conhecidos.
A autora, que é bacharel em Administração de Empresas, explica na parte “Prólogo” que começou a acompanhar o caso de forma casuística, mas que logo se envolveu com a história e acabou por publicá-la.
O título faz menção ao quinto mandamento da Igreja Católica, conhecido como: “Honrar pai e mãe”, e, dessa forma, faz uma crítica a conduta tida por Suzane. Nota-se que, o crimequando cometido por familiares, principalmente entre pais e filhos, é mais repudiado pela sociedade do que um outro qualquer, cometido contra pessoa que não é da mesma família. Gera tamanha sensibilidade e revolta que faz um cidadão comum se indagar do motivo levado por Suzane a cometer tal atrocidade. Seria falta de dinheiro, ou de amor, ou de atenção? Será que foi amor demais, ou proteçãodemais? O que se sabe é que aquela jovem tinha uma vida de conforto, viagens, bons colégios, universidade, etc. Uma rotina que a maioria das jovens brasileiras desejariam ter.
Foram espantosas as circunstâncias em que ocorreu tal crime, pois ninguém suspeitaria que de uma família aparentemente estruturada, pudesse desencadear uma tragédia dessa categoria, tão comovente e revoltante. Apesar de ter umaboa casa, pais presentes e zelosos, boas oportunidades de ter um futuro brilhante como profissional e como ser humano, Suzane foi envolvida por um forte sentimento, e acabou por planejar e consumar a morte de seus progenitores.
A autora mostra claramente que a família não era tão estruturada assim, pois os dois filhos praticavam atos reprováveis “pelas suas costas”, como fumar maconha e fazerdeterminadas coisas que eram terminantemente proibidas, com razão, pelos seus pais.
Numa quarta-feira, o crime começou a ser posto em prática. Suzane Von Richthofen, Daniel Cravinhos e Cristian Cravinhos adentraram a casa pela garagem com controle remoto. Tentaram simular um latrocínio, bagunçando a casa, em cada canto. Logo em seguida, Daniel desferiu golpes em Manfred Von Richthofen e Cristiangolpeou Marísia Von Richthofen. Relata Casoy: “A mãe de Suzane ainda teve tempo de tentar se proteger com a mão direita, ato reflexo que só quebraria seus dedos e jamais impediria os ferimentos letais que sofreria. Enquanto os bastões desciam ininterruptamente, sangue e pedaços de massa encefálica se espalhavam pela cabeceira da cama, a cada osso esfacelado, a cada corte aberto.”A períciacomprovou que as vítimas sofreram demasiadamente antes de seus sinas vitais chegarem ao fim. Os assassinos tomaram medidas para não ver aquele sofrimento e eventualmente acabar por desistir ,colocando por exemplo, toalhas para cobrir os rostos dos pais de Suzane. Posteriormente, essas medidas acabaram servindo de prova contra eles mesmos, pois nenhum assassino comum que não conhece sua vítima tomaria talatitude.
Naquele momento, Suzane se encontrava na sala de estar: “[...] viu Cristian guardar o produto de roubo na mochila. Passou para ele o dinheiro da caixinha branca, que ainda estava em seu bolso. Os três saíram da casa pela porta da frente e Daniel lavou os bastões ensangüentados na água da piscina. Os dois irmãos trocaram de roupa e guardaram tudo o que consideravam prova do crime dentrode um saco de lixo preto. Suzane também trocou de roupa e assistiu ao fim daquele capítulo de perto.” – conta Casoy.
Com o decorrer das investigações, toda a equipe que participou do caso começava a perceber fortes indícios da autoria de Suzane, do seu namorado e do seu cunhado no crime. Este fora preparado de maneira descuidada, deixando pistas de forma escancarada, um crime de amadores, de...
tracking img