O que e universidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1050 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS
DEPARTAMENTO DE ÁREAS ACADÊMICAS 1
COORDENAÇÃO DE HOSPITALIDADE E TURISMO
CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM HOTELARIA

O QUE É UNIVERSIDADE

Jéssica Pereira Frazão

GOIÂNIA
2009
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS
DEPARTAMENTO DE ÁREAS ACADÊMICAS 1COORDENAÇÃO DE HOSPITALIDADE E TURISMO
CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM HOTELARIA

O QUE É UNIVERSIDADE

Jéssica Pereira Frazão

Trabalho apresentado ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás, como parte dos requisitos para obtenção de nota referente a disciplina de Iniciação à Pesquisa e ao Trabalho Científico.
Orientadora: Prof. Janira.

.

GOIÂNIA
2009

IntroduçãoA conotação do termo universidade vem se transformando devido ao questionamento, se sua finalidade continua a mesma, é preciso pesquisar a universidade e sua atuação na sociedade e entendê-la com todas as suas limitações diante de sua missão.

Visões da universidade

A atuação da universidade varia de acordo com a orientação política e a situação econômica do país em que ela estáinserida. Universidade, para muitos, é vista como um divisor de classes, um meio de ascensão social e intelectual.

Projetos de reforma universitária

Existem duas formas distintas de reforma universitária:

- Educação com meio de desenvolvimento, valorizando as ciências exatas, com reformas internas e projetos tecnocráticos.

- Universidade polarizada, ciência militante e projetosautonomistas.

Universidade na História

Descendentes das instituições grego-romanas tiveram destaque no Oriente Médio e no Ocidente. Durante a Idade Média, as universidades tinham forma de aglutinação, reunindo pessoas de várias partes do mundo para estudar.

Modelos do exterior e sua influência na América Latina

O sistema de universidades foi implantado nas colônias espanholas bem antesdo que nas colônias portuguesas. Com a santa inquisição, durante a Idade Média, o clero deteve-se das universidades, criando obstáculos a quem quissesse mais informações sobre a mesma.
Após as guerras, foi-se criando um novo modelo de universidade implantado na América Latina, durante o período Napoleônico, era a universidade com vínculo direto com o Estado. Em 1948, houve uma última mudançana universidade, com a chegada de métodos norte-americanos.

O Movimento Reformista Universitário

O movimento reformista surge em Córdoga, em 1918 e separa-se do modelo europeu, causando inúmeros alvoroços nas universidades, em toda América Latina, causando protestos e inconformismos na classe média. Logo, a universidade volta-se ao pólo político constituido pela classe média.

A Reformaganha a América e se transforma

A reforma se espalhou pela América Latina, tornando-se a maior escola ideológica e política, e por quase sempre assumir papel de oposição, acaba tornando-se foco de repressão com mártires universitários por todo o continente.

Cultura Universal e Dependência Cultural

A cultura na universidade tem papel de extensão. Está presente não apenas localmente,mas em todo o mundo. Existe uma profunda troca, tanto de informações, como em miscigenação, com inúmeras palestras, seminários, entre outros.

As questões culturais na América Latina

Não se pode falar em cultura latino-americana por muitas nações absolverem tal cultura. São nações que englobam outras naçõs. (Vemos isso claramente na cultura indígena), mas em controvérsia, todas as naçõesapresentam pontos incomuns, partindo de fatores geográficos e históricos.

A dependência cultural no caso brasileiro

Nossa cultura costuma-se copiar tudo o que é produzido na Europa, isto desde a época da nossa colonização. Logo, na nossa tradição cultural da universidade, predominou-se sempre a cultura estrangeira.Assim, a partir de 1964, começou-se a sofrer influência dos EUA, distante...
tracking img