O principe

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1167 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O principe

Maquiavel apresenta dois tipos de principados (ou republicas), o hereditário e o adquirido. E que há duas formas de se chegar ao poder, pela fortuna e pela virtude. O principado hereditário é mais fácil de se manter, pois o povo já está acostumado com a soberania de uma família. Os adquiridos podem ser por armas próprias, fortuna ou virtude. Uma vez conquistado o poder oprincipe deve tentar de tudo para mantê-lo. Casamento era uma questão politica. Se um príncipe conquista determinado Estado e tenta mudar seus costumes, corre o risco do povo revoltar-se contra ele, assim, se ele respeitar a cultura local se manterá no poder. E na medida que o soberano não ofender seus suditos, estes o quererão bem.
Quando se é conquistado um território da mesma regiãoe da mesma lingual, é mais fácil dominá-lo, ainda mais se não estiverem acostumados com liberadade. Ao se conquistar território com línguas diferentes, um dos meios mais seguros, é que o monarca vá pessoalmente habitá-lo. ‘’é preciso tartar bem os homens ou então aniquilá-los’’, eles se vingarão de pequenas injurias, mas não poderão vingar-se de agressões graves. Ao se dominar um Estadoacostumado com a liberdade , próprias leis, Maquiavel mostra 3 formas para mantê-lo: 1. Arruinando-o, 2. Habitando-o 3. Permitindo-lhe que viva Segundo suas próprias leis. É melhor respeitar os costumes do território conquistado, ou então, destrui-lo. Sempre ficará na cabeça do povo seus antigos costumes e mais cedo ou mais tarde, eles e revoltarão, e não haverá nada que os faça esquecer. Quando um Estadoestá acostumado a viver sob o dominio de principes, é facil dominar pois este povo nao sabe viver em liberdade. O principe deve sempre estar bem com o povo, pois este é a força maior, apesar de ser a classe inferior. Alexandre O grande foi aceito por respeitar as culturas.
As pessoas esquecem mais facilmente a morte do pai do que a perda do patrimônio. Principe amado pelo seu povo émuito dificil ser tirado do poder. Para o principe tudo é legitimo para obter o poder.
‘’As guerras não podem ser evitadas e quando adiadas, só trazem beneficio para o inimigo’’ a guerra é inevitavel, quando se tem a oportunidade de enfrentar um inimigo deve-se enfrentá-lo. Quanto mais se adia uma batalha, mais o inimigo fica preparado.
Os que se tornam principes por seu própriovalor e próprias armas, se tornam principes com dificuldades, mas mantém facilmente seu poder. Quem chega ao poder com a graça alheia ou pela troca de dinheiro, dificilmente se manterá no poder, só com muito engenho e valor. Chegar ao poder dessa forma , é chegar despreparado, sem raízes, quem não cuidar de tornar-se astuto, perderá o Estado. Maquiavel cita dois exemplos de quem chegou ao poderpelo crimo: 1. Agatocles – usou da crueldade apenas uma vez para chegar ao poder, quando chegou foi diminuindo sua crueldade de modo a ser querido por todos, por isso ficou tanto tempo no poder. 2. Oliverotto de Fermo – chegou ao poder com tamanha crueldade e lá se manteve cruel, logo, pouco tempo depois foi derrubado. O principe deve sempre agir pensando no povo.
A dificuldade é maiorde se manter no poder, através da aristocracia do que o que chegou através do povo, pois aristocracia é igual a monarquia. A aristocracia quer oprimir e o povo apenas não quer ser oprimido. Quem chegar ao poder deve sempre manter a estima do povo. Se o povo estiver ao lado do principe, mesmo que um dominador consiga tomar o lugar, não se dará bem pois o povo ficará contra ele.
Estadosconquistados com mérito ou com a sorte são sustentados por antigos costumes religiosos. Mesmo que um dominador chegue e tente colocar o Estado em seu poder, os costumes são fortes.
A base principal de um bom Estado são boas leis e bons exercitos, há 3 tipos de tropas: proprias, mercenarias e auxiliares ou mistas. As mercenarias são covardes e seu único motivo para lutar é o salario,...
tracking img