O principe de maquiavel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1659 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1
1

O “PRÍNCIPE” de

Maquiavel

1. Conteúdo
O “Príncipe”, a mais famosa obra de
Maquiavel é um livro póstumo.2 O título original De Principatibus cobre a primeira parte do
livro, abarcando o estudo dos Estados, que se dividem em Repúblicas e Principados e estes em
hereditários e adquiridos, além dos senhorios eclesiásticos. O essencial desta parte primeira
trata dos príncipes novos.A segunda, aborda os fundamentos do poder explorando as leis e as
armas. A terceira parte trata das regras de conduta que um Príncipe deve adotar para renovar a
Itália.

Nicolau Maquiavel, nasceu em Florença, Itália, em 3 de maio de 1469 e ali faleceu em 21 de junho
de 1527. Foi historiador, poeta, diplomata e músico do Renascimento. É reconhecido como fundador
do pensamento e da ciênciapolítica moderna, pelo fato de haver escrito sobre o Estado e o governo
como realmente são e não como deveriam ser. Os recentes estudos do autor e da sua obra admitem que
seu pensamento foi mal interpretado historicamente. Desde as primeiras críticas, feitas postumamente
por um cardeal inglês, as opiniões, muitas vezes contraditórias, acumularam-se, de forma que o
adjetivo maquiavélico, criadoa partir do seu nome, significa esperteza, astúcia. Niccolò di Bernardo
dei Machiavelli viveu a juventude sob o esplendor político de Florença durante o governo de Lourenço
de Médici e entrou para a política aos 29 anos de idade no cargo de Secretário da Segunda Chancelaria.
Nesse cargo, Maquiavel observou o comportamento de grandes nomes da época e a partir dessa
experiência retirou algunspostulados para sua obra. Depois de servir em Florença durante catorze anos
foi afastado e escreveu suas principais obras. Conseguiu também algumas missões de pequena
importância, mas jamais voltou ao seu antigo posto como desejava.
2
O "Príncipe" é provavelmente o livro mais conhecido de Maquiavel e foi completamente escrito em
1513, apesar de publicado postumamente, em 1532. Teve origemcom a união de Juliano de Médici e
do Papa Leão X, com a qual Maquiavel viu a possibilidade de um príncipe finalmente unificar a Itália e
defendê-la contra os estrangeiros, apesar de dedicar a obra a Lourenço de Médici II, mais jovem, de
forma a estimulá-lo a realizar esta empreitada. Outra versão sobre a origem do livro, diz que ele o teria
escrito em uma tentativa de obter favores dos Médici,contudo ambas as versões não são excludentes.
Está dividido em 26 capítulos. No início ele apresenta os tipos de principado existentes e expõe as
características de cada um deles. A partir daí, defende a necessidade do príncipe de basear suas forças
em exércitos próprios, não em mercenários e, após tratar do governo propriamente dito e dos motivos
por trás da fraqueza dos Estados italianos,conclui a obra fazendo uma exortação a que um novo
príncipe conquiste e liberte a Itália. Em uma carta ao amigo Francesco Vettori, datada de 10 de
dezembro de 1513, Maquiavel comenta sobre o escrito: E como Dante diz que não se faz ciência sem
registrar o que se aprende, eu tenho anotado tudo nas conversas que me parece essencial, e compus
um pequeno livro chamado De principatibus, ondeinvestigo profundamente o quanto posso cogitar
desse assunto, debatendo o que é um principado, que tipos de principado existem, como são
conquistados, mantidos, e como se perdem (Carta de Nicolau Maquiavel à Francesco Vettori de 10 de
Dezembro de 1513).
1

2
2. Análise Crítica
Maquiavel

começa
“O

Príncipe”
descrevendo os dois principais tipos de governo: as monarquias e as repúblicas.Todavia, seu
objeto de estudo é a monarquia e seus aspectos mais controversos de análise aparecem
claramente nos capítulos intermédios da obra. Com efeito, propõe-se a descrever como um
monarca sobrevive de fato, em vez de descrever grandes princípios morais. Descreve as
virtudes que em geral se pensa serem necessárias a um governante, concluindo que algumas
virtudes levam os príncipes ao...
tracking img