O principado civil de maquiavel e a realidade contemporânea

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (415 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
É notório que muitas das analises feitas por Maquiavel são objeto de reflexão teórica e metodológica, pois muitas são aplicadas até os tempos atuais por muitos governantes, a fim de manter anormalidade da instituição política e manter-se no poder.
Para estes a existência do estado soberano é importante para a segurança da população bem como para um bom andamento da conjuntura política, daí acontribuição do autor para a compreensão do Estado e da teoria da política moderna.
O desafio do príncipe é manter o equilíbrio do Estado diante dos desejos de diferentes atores, que encenam arealidade social e política. Assim, o conflito entre os grandes e o povo, ou seja, entre os grupos sociais, constitui na essência política de Maquiavel. Este defende as divisões sociais como de grandeimportância, a fim de que o povo se sinta sempre em conflitos sociais, percebendo a necessidade do Estado, em um processo dependência continua. Esse fato nos remete a grande parte da população marginalizada,onde alguns oprimidos percebem-se enquanto sujeitos de liberdade plena, enquanto o governo não legitima os desejos das organizações populares, em busca de igualdade de direitos.
Para Maquiavel opríncipe pode chegar ao poder através do povo ou da aristocracia. Sabe-se que em tempos contemporâneos, muitos críticos políticos dizem ocorrer no Brasil essa tendência, afirmando que um dos fatores dafalta de mudança na conjuntura da política do país advém desse grupo que já possui cadeiras cativas na administração pública. O autor afirma ainda que uma vitória se efetiva de forma mais ágil quando ogovernante possui o apoio do povo, e que o mesmo deve impor-se e fazer com que, o povo tenha sempre a dependência do Estado, a fim de conter qualquer ameaça de revolução.
Refletindo sobre isso,também se faz necessário, destacar a necessidade de se agradar tanto ao povo, quanto aos nobres, como já foi dito anteriormente no assunto dos principados, porque conspirações podem surgir de qualquer...
tracking img