O povo brasileiro (darcy ribeiro)

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1529 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Darcy Ribeiro – O povo brasileiro: a formação e o sentido do Brasil

Os brasilíndio foram chamados de mamelucos pelos jesuítas espanhóis horrorizados com a bruteza e desumanidade dessa gente castigadora do seu gentio materno.
107
Os negros do Brasil foram trazidos principalmente da costa ocidental africana são três grandes grupos culturais. O primeiro, das culturas sudanesas, érepresentado, principalmente, pelos grupos Yoruba – chamados nagô. O segundo grupo trouxe para o Brasil culturas africanas islamizadas, principalmente os Peuhl, os Mandinga e os Haussa, do Norte da Nigéria, identificados na Bahia como negros malé e no Rio de Janeiro como negros alufá. O terceiro grupo cultural africano era integrado por tribos Bantu, do grupo congo-angolês, provenientes da área hojecompreendida pela Angola e a ‘Contra Costa’, que corresponde ao atual território de Moçambique.
113/114

... Apesar de seu papel como agente cultural ter sido mais passivo que ativo, o negro teve uma importância crucial, tanto por sua presença como a massa trabalhadora que produziu quase tudo que aqui se fez, como por sua introdução sorrateira mas tenaz e continuada, que remarcou o amálgama racial ecultural brasileiro com suas cores mais fortes
114

... A própria religião, que hoje, após ser trabalhada por gerações e gerações, constituiu-se uma expressão da consciência negra, em lugar de unificá-los, então, os desunia. Foi até utilizada como fator de discórdia...

Os negros encontrando-se dispersos na terra nova, ao lado de outros escravos, seus iguais na cor e na condição servil, masdiferentes na língua, na identificação tribal e frequentemente hostis pelos referidos conflitos de origem, os negros foram compelidos a incoporar-se passivamente no universo cultural da nova sociedade ao aprender o português com que os capatazes lhes gritavam ... Acabaram conseguindo aportuguesar o Brasil, além de influenciar de múltiplas maneiras as áreas culturais onde mais se concentram, queforam os nordeste açucareiro e as zonas de mineração do centro do país...
115

... vão se aculturando nos modos brasileiros de ser e de fazer, tal como eles eram representados no universo cultural simplificado dos engenhos, e das minas. Têm acesso, a um corpo de elementos adaptativos, associativos e ideológicos oriundo daquela protocélula étnica tupi que se consentiu sobreviver nas empresas, parao exercício de funções extraprodutivas. 116

Conscritos nos guetos de escravidão é que os negros brasileiros participam e fazem o Brasil participar da civilização de seu tempo. 117

... Aí está a racionalidade do escravismo, tão oposta á condição humana que uma vez instituído só se mantém através de uma vigilância perpétua e da violência atroz da punição preventiva. 119

... Semanalmentevinha um castigo preventivo, pedagógico, para não pensar em fuga, e, quando chamava atenção, recaía sobre ele um castigo exemplar, na forma de mutilações de dedos, do furo de seios, de queimaduras com tição, de ter todos os dentes quebrados criteriosamente, ou dos açoites no pelourinho, sob trezentas chicotadas de uma vez, para matar, ou cinqüenta chicotadas diárias, para sobreviver. Se fugia eraapanhado, podia ser marcado com ferro em brasa, tendo um tendão cortado, viver peado com uma bola de ferro, ser queimado vivo, em dias de agonia, na boca da fornalha ou, de uma vez só, jogado nela para arder como um graveto oleoso.

... Todos nós, brasileiros, somos carne da carne daqueles pretos índios suplicados. Todos nós brasileiros somos, por igual, a mão possessa que os suplicou. A doçuramais terna e a crueldade mais atroz aqui se conjugaram para fazer de nós a gente sentida e sofrida que somos e a gente insensível e brutal, que também somos.

A mais terrível de nossas heranças é esta de levar sempre conosco a cicatriz de torturador impressa na alma e pronta a explodir na brutalidade racista e classista. Ela é que incandesce, ainda hoje, em tanta autoridade brasileira...
tracking img