O peso do stress - thomas verny

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3870 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Com este livro, o Dr. Thomas Verny, renomado médico canadense, entrega ao público o resultado de duas décadas de pesquisas que o levaram a comprovar a existência de 'vida inteligente' no útero materno, enquanto um novo ser se prepara para enfrentar o mundo exterior. O autor afirma que, ao contrário do que até há pouco se pensava, o feto não é um ser passivo: ele não só reage a estímulos externos,como participa dos estados emocionais da mãe, por mais sutis que sejam
THOMAS VERNY

O peso do stress

O psiquiatra canadense Thomas Verny explica como a pressão do trabalho na gravidez compromete o desenvolvimento do bebê

MAÍRA TERMERO


Autor do best-seller A Vida Secreta da Criança antes de Nascer, que fez a cabeça de muita gente nos anos 90, o psiquiatra canadense ThomasVerny veio ao Brasil lançar sua nova obra: Bebês do Amanhã: Arte e Ciência de Ser Pais, da Editora Millennium. O especialista em Psicologia pré e perinatal relata as últimas descobertas da Ciência sobre a vida do bebê durante a gestação. Radical, reforça a influência do stress na formação cerebral e psíquica da criança. Recentemente, um grupo de cientistas alemães da Universidade de Berlim descobriuque o stress pode causar aborto devido à grande produção de hormônios nocivos, como a cortisona. O autor dá ainda diversas dicas aos pais que pretendem zelar pela qualidade da gravidez. Para Verny, tratar da criança desde a gestação contribui para uma sociedade mais saudável e economiza os recursos do sistema de saúde. ''Garantir que crianças sejam concebidas e nutridas com amor é assegurar ummundo melhor'', acredita.

THOMAS VERNY

O peso do stress

MAÍRA TERMERO


ÉPOCA - Como garantir o ambiente sem stress?
Verny - Daí a importância da prevenção primária. Se você quer uma população mais saudável, realmente precisa assegurar que a gravidez siga da melhor maneira possível. Mães precisam de mais apoio, especialmente as mais pobres.
''Se a mãe está sob constante pressão,o bebê nasce menor, com menos neurônios do que deveria. O cérebro sofre com os hormônios do stress. A criança começa a vida com uma deficiência''
ÉPOCA - Evitar o stress do trabalho não é utopia?As mulheres não podem parar de trabalhar durante toda a gravidez.
Verny - Algumas podem. Há muitas mulheres que gostam de seu trabalho e vêm de famílias nas quais a mãe era muito dependente do pai, eentão dizem para si mesmas: ''Isso não vai acontecer comigo''. Quando ficam grávidas, querem continuar a carreira porque podem perder o emprego. Eu entendo, mas isso cria um problema para o bebê. Se as mulheres soubessem disso, talvez fizessem outras escolhas. Se não é possível ficar fora do ambiente de stress, a mãe deve tentar relaxar pelo menos em casa. Ouvir música que ajude a descansar,conversar com alguém que dê apoio.
ÉPOCA - Quando o afastamento do trabalho é mais importante?
Verny - Desde o momento em que descobre que está grávida. Os primeiros seis meses são mais importantes que os três últimos, porque é quando se dá o maior crescimento do cérebro. É o momento crítico, no qual o stress pode ser perigoso para o bebê.
ÉPOCA - Ouvir música faz alguma diferença para o bebê?Verny - Sim. O melhor tipo de música, e pode não ser o mais popular, é a clássica. Especialmente os movimentos lentos de compositores barrocos. Mozart é o melhor.
ÉPOCA - Qual é a diferença?
Verny - É o ritmo. Os movimentos lentos dos barrocos têm cerca de 60 a 65 batidas por minuto. Esse é o ritmo do coração materno em descanso, o que cria um ambiente de paz para o bebê. Até um adulto entra nochamado estado alfa, que é o relaxamento total. Pára de produzir os hormônios tóxicos do stress, especialmente cortisona e adrenalina. Mas a mãe precisa gostar. Caso contrário, a música também vai estressá-la. Se a mulher consegue relaxar com samba, tudo bem. Só não pode rock. Nada de rock pesado, gritos, rap. O melhor é tentar ouvir a música clássica e pensar no bebê. Deve-se ouvir pelo menos 20...
tracking img