O periodo das primaveras e outonos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (689 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O Periodo das Primaveras e Outonos retrata a história chinesa durante o período de 722 a.C e 481 a.C e caracteriza-se por ter o poder descentralizado e por constantes confrontos e anexações entre uns170 estados chineses. Houve um avanço tecnológico nesse período, em função da alfabetização e do pensamento livre,

A queda da capital da dinastia Zhou foi o marco inicial desse período. O príncipeJi Yijiu fugiu para o Leste, apoiando-se em outros senhores de terras como os senhores de Qin, Chang e Jin para proteger-se dos rebeldes. A capital então foi transferida.

A nobreza Zhou não tinhaapoios nos territórios orientais, a coroação do príncipe, por exemplo, teve de ser apoiada pelos seus estados protetores para que tivesse algum sucesso. Praticamente sem influência, limitando-se àcapital e áreas próximas, a corte não sustentou os gastos com suas tropas, fazendo com que os reis posteriores solicitassem ajuda de estados vizinhos para se proteger das lutas internas por poder erevoltas. Mesmo assim a corte Zhou nunca recobrou toda sua autoridade original, governando sob o controle dos outros estados feudais, mesmo que mantendo o Mandato Celestial.

O nobre Zuang de Chang foi oprimeiro a socorrer os reis de Zhou, estabelecendo o sistema hegemônico para que pudessem manter o antigo sistema proto-feudal. O sistema também serviria para ajudar a proteger a realeza Zhou detribos bárbaras que se assentavam nos quatro pontos cardinais.

Os estados civilizados, no entanto, encontravam-se compostos por uma mescla, não existindo uma linha clara que separasse nômades decivilizados. Alguns grupos étnicos estavam tão substancialmente civilizados e eram tão poderosos medindo-os pelos padrões chineses, que suas entidades políticas são inclusive incluídas em algumas versõesdos cinco grandes senhores.

Os novos e poderosos estados queriam manter os privilégios aristocráticos acima da ideologia tradicional de apoiar a corte em tempos de dificuldade, que havia sido...
tracking img