O pensamento evolutivo:metodologia,raciocinio e conhecimento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2741 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO

O PENSAMENTO EVOLUTIVO: METODOLOGIA, RACIOCÍNIO E CONHECIMENTO.

AULA 01

FORTALEZA-CE 2012

APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA

A disciplina Metodologia do Trabalho Científico visa fornecer informações básicas de metodologia da pesquisa servindo de guia à elaboração de projetos de pesquisa e trabalhos acadêmicos. Os princípios teóricos estudados no decorrerdesta disciplina fornecem, portanto, orientações práticas que ajudam os alunos a pensar criticamente, ter disciplina, escrever e apresentar trabalhos conforme padrões metodológicos e acadêmicos. Deste modo, esta disciplina tem como objetivo principal introduzir a metodologia de pesquisa enquanto processo de aprendizagem sobre a produção do conhecimento e a comunicação científica dos resultados.Espera-se que, a partir da teoria aqui apresentada, os alunos possam reconhecer a importância da Metodologia Científica como um facilitador do pensamento científico sob todos os aspectos, além de identificá-la como base para a atividade profissional que, por definição, precisa ser ordenada, metódica e lógica.

O PENSAMENTO EVOLUTIVO: METODOLOGIA, RACIOCÍNIO E CONHECIMENTO.

A

BASE

DOPENSAMENTO

EVOLUTIVO

A partir do momento em que o homem tomou conhecimento de sua existência no mundo, começou a

explicar os fenômenos com os quais se deparava constantemente.

Inicialmente, o fez de uma forma intuitiva, criando mitos para justificar aquilo que não compreendia. Durante algum tempo, essas explicações entanto, aconteceu sem o rompimento brusco com todos os conhecimentosdo passado. Assim, durante muito tempo, os primeiros filósofos gregos

bastaram ao homem, porém, a sua capacidade pensante fez surgir nele a necessidade de uma outra explicação, que fosse racional, sobre si próprio, sobre o mundo e os seus inúmeros fenômenos. Dessa necessidade nasceu a filosofia, na Grécia, por volta do século VI a.C. Por meio de um longo processo promovendo histórico, a elasurgiu daquele

compartilharam de diversas crenças míticas, enquanto desenvolviam racional o que

conhecimento

caracterizaria a filosofia. O homem queria uma nova

explicação para o mundo, por isso partiu em busca de verdades

passagem

decorrentes de um pensamento lógico e coerente. Essa busca o tornou cada

saber intuitivo e

superficial para um

saber racional e mais seguro.Isso, no

vez mais exigente com o conhecimento que adquiria e transmitia. No início, o saber filosófico designava a totalidade do conhecimento racional desenvolvido pelo homem. Abrangia os mais diversos tipos de conhecimento que hoje entendemos como pertencentes à Matemática, à Astronomia, à Física, à Biologia, à Lógica, à Ética etc. Todo o conjunto dos conhecimentos racionais integrava o universodo saber filosófico. Com o passar dos anos, muitos desses conhecimentos foram conquistando autonomia e se desprenderam do saber filosófico. Assim, essas ciências passaram a direcionar suas investigações a certos campos delimitados da realidade, e o fazem ainda hoje de forma cada vez mais “localizada”. Esse processo continua evoluindo, de tal maneira, que o mundo atual caracteriza-se como a “erados especialistas”. Essa especialização, no entanto, também pode constituir-se num problema, pois conduz a uma pulverização do saber à perda da visão mais ampla do conhecimento humano (COTRIM, 1999). Hoje, o homem busca um conhecimento que, além de ser verdadeiro, deve ser específico nas diferentes áreas de interesse. Todo o acúmulo e a especificidade do conhecimento geram a necessidade, cada vezmaior, de que o estudioso utilize mecanismos que facilitem e colaborem com o seu trabalho de investigação, para que o conhecimento a ser adquirido possa estar cada vez mais próximo da verdade. O conhecimento foi se dividindo da seguinte forma: empírico, teológico, filosófico e científico.

O CONHECIMENTO SENSO COMUM

O conhecimento de senso comum é a forma mais usual que o homem utiliza para...
tracking img