O papel do supervisor escolar frente à relação professor-aluno

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2619 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O PAPEL DO SUPERVISOR ESCOLAR FRENTE À RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX[1]

RESUMO


A preocupação básica deste estudo é refletir sobre o papel do supervisor escolar diante da relação professor/aluno, relação esta que se faz imprescindível para que o processo educativo aconteça. Este artigo tem como objetivo analisar a importância de um bom relacionamento entreprofessores e alunos no processo de construção do conhecimento. Realizou-se uma pesquisa bibliográfica considerando as contribuições de autores como FERNANDÉZ (1991), FREIRE (1997) E ZIMERMAM (2000), entre outros, procurando enfatizar a importância do bom convívio entre educando e educadores, bem como a necessidade do pedagogo cuidar para que a dimensão interpessoal entre ensinantes e aprendentes nãointerfira de modo negativo no processo ensino-aprendizagem. Concluiu-se a importância de ter um supervisor escolar atuando como mediador dos afetos que ocorrem no interior da escola, de modo a garantir que o processo educativo formal aconteça com qualidade.


Palavras-chave: Aluno. Professor. Relações. Supervisor.

Introdução

O presente trabalho tem como tema o papel do supervisor escolarfrente às relações pessoais existentes na escola, principalmente aquela que se dá entre as duas personalidades mais importantes no desenrolar-se do processo ensino-aprendizagem, o professor e o aluno.


Nesta perspectiva, construiu-se questões que nortearam este trabalho:
• As relações afetivas estabelecidas entre professor e aluno interferem no processo ensino- aprendizagem?• Qual deve ser a colaboração do pedagogo frente aos impasses relacionados à interação professor-aluno a fim de proporcionar elementos que favoreçam o sucesso do ensino-aprendizagem?
Quando se fala em processo de interação pressupõem-se os estímulos trocados entre os sujeitos nas relações sociais desencadearão em comportamentos negativos ou positivos. Daí a importância de seinvestigar o papel das relações entre professores e alunos no decorrer do processo ensino-aprendizagem e o papel do supervisor escolar diante de possíveis embates na ocorrência desse encontro.
Vários autores conceituam a interação como a ação mútua entre duas ou mais coisas ou pessoas, na condição de estímulos trocados entre si, com a influência do ambiente físico e social, sobre ascapacidades físicas e intelectuais do indivíduo e sua ação sobre o ambiente, permitindo a formação e o desenvolvimento do ser humano.
Conforme Tassoni,


Toda aprendizagem está impregnada de afetividade, já que ocorre a partir das interações sociais, num processo vincular. Pensando, especificamente, na aprendizagem escolar, a trama que se tece entre alunos, professores,conteúdo escolar, livros, escrita, etc. não acontece puramente no campo cognitivo. Existe uma base afetiva permeando essas relações. (TASSONI, s.d., p. 3)


Neste contexto, o objetivo primordial deste estudo é, pois, investigar como deve ser a postura do supervisor frente às interações que ocorrem na escola, essencialmente entre professor e aluno.
Para alcançar os objetivos propostos,utilizou-se como recurso metodológico, a pesquisa bibliográfica, realizada a partir da análise pormenorizada de materiais já publicados na literatura e artigos científicos divulgados no meio eletrônico.
O texto final foi fundamentado nas ideias e concepções de autores como: Dóron (1998) Freire (1997), Férnandez (1991), Gadotti (1999), Placco (2002), Pilleti (1999), Rego (1996), Silva (2010),Tassoni (s.d.) e Zibermam (2000).

Desenvolvimento


A educação é fator preponderante no processo de formação de qualquer sociedade, e a escola, por sua vez, enquanto instituição educativa desempenha um papel primordial no desenvolvimento de qualquer sujeito e oferece perspectivas para a ampliação da cidadania de um povo, sendo palco de diversas interações.
A interação com...
tracking img