O papel do presídio feminino de porto velho: reintegração

Páginas: 62 (15272 palavras) Publicado: 28 de abril de 2011
FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS, EXATAS E LETRAS DE RONDÔNIA – FARO

CARLOS WILSON LIMA DE SOUSA

O PAPEL DO PRESÍDIO FEMININO DE PORTO VELHO: REINTEGRAÇÃO OU REINCIDÊNCIA.

PORTO VELHO/RO
2009
CARLOS WILSON LIMA DE SOUSA

O PAPEL DO PRESÍDIO FEMININO DE PORTO VELHO: REINTEGRAÇÃO OU REINCIDÊNCIA.

Monografia de Bacharel em Ciências Jurídicas para aobtenção do titulo de Bacharel
Faculdade de Ciências Humanas, Exatas e Letras de Rondônia – Faro
Departamento de Direito

Orientador: Prof.Esp. Ricardo Douglas de Souza Gentil

PORTO VELHO/RO
2009
CARLOS WILSON LIMA DE SOUSA

O PAPEL DO PRESÍDIO FEMININO DE PORTO VELHO: REINTEGRAÇÃOMonografia de Bacharel em Ciências Jurídicas para a obtenção do titulo de Bacharel
Faculdade de Ciências Humanas, Exatas e Letras de Rondônia – Faro, submetida à aprovação da banca examinadora composta pelos seguintes membros:

____________________________________________
Orientador Prof. Esp.; Ricardo Douglas de Souza Gentil_______________________________________________________
1º Avaliador (a)

_______________________________________________________
1º Avaliador (a)

Porto Velho/RO, 10 de Junho de 2009.

Dedicatória

Aos meus amigos Vanja Maria Tenório, Luiz Pereira Rodrigues que através das palavras “Você pode, você consegue!” e, além disso, "Quem poupa o lobo, sacrifica a ovelha" e com isso elesestimularam-me a ingressar no mundo acadêmico.

AGRADECIMENTO

A minha amada esposa Marleide Terezinha Bies Andrade de Sousa que nesses cinco anos me ajudou nas horas mais difíceis.
Aos meus filhos Carlos Fernando Andrade de Sousa, e Crislaine Alba Andrade de Sousa pelas longas horas de ausências.Habitualmente se acredita que a prisão era uma espécie de deposito de criminosas, deposito cujos inconvenientes se teriam constatado por seu funcionamento, de tal forma que se teria dito ser necessário reformar as prisões, fazer delas um instrumento de transformação dos indivíduos.

Michel Foucault

SUMÁRIOApresentação 09
I - Sistema penitenciário brasileiro 11
I- 1. Estabelecimentos penais 14
II - Estrutura penitenciaria de Porto Velho 24
II- 1. Um pouco de história 25
II- 2. Sistema prisional de Porto Velho 29
II- 3 Relação entre delitos por presídio 36
III - Presídio feminino de Porto Velho 37
III- 1 Infra estrutura física. 37
III- 2Infra estrutura de pessoal 39
III- 3 Perfil do presídio feminino 40
III- 3.1 Aspectos relacionados ao papel de reintegração 40
III- 3.2 Trabalho no Sistema penitenciário brasileiro 49
III- 3.3 Tratamento médico 53
III- 3.4 Atendimento Religioso 54
III- 3.5 Laços familiares 54
III- 3.6 Disciplina 55
III- 3.7 O relacionamento daspresidiárias 56
III- 3.8 Visita 57
III- 3.9 A exclusão 58
IV - Metodologia e resultados 59
IV- 1 Resultado e análises 60
IV- 1.1 Abordagem sócio-econômico 60
IV- 1.2 Abordagem prisional 66
V – Considerações Finais 71

Referências bibliográficas 75
ANEXOS 76
Questionário de entrevistas 77

APRESENTAÇÃO

Nasociedade moderna, a prisão é vista como instituição e forma punitiva através da privação da liberdade e da reclusão do apenado dentro de uma estrutura carcerária de sistema penitenciário.

É vista, também, como sustentáculo e base de um sistema punitivo e é apresentada como opção humanizante em relação ao sistema punitivo vigente até meados do século XVIII, que tinha por base os suplícios e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O papel do agente penitenciário no processo de humanização no presídio feminino do distrito federal –...
  • Porto Velho
  • O aleitamento materno nos presídios femininos
  • Práticas de grupos
  • Porto sem papel
  • ACESSIBILIDADE EM PORTO VELHO
  • FACULDADE INTERAMERICANA DE PORTO VELHO
  • Violência nas escolas em porto velho

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!