O papel do ensino superior e o papel da avaliação da aprendizagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2299 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Matriz de atividade individual*

Módulo: 4
Título: O papel do ensino superior e o papel da avaliação da aprendizagem
Aluno: Welington Luiz Teixeira Soares
Disciplina: MES Turma: T0050_0811
Introdução:

O Brasil ocupa hoje a oitava economia do mundo. Pertence a um seleto grupo de países emergentes com perspectivas de crescimento sustentável em meio à crise econômica que assola os paísesdesenvolvidos e o mundo.
Enormes desafios apontam à frente exigindo-se investimentos em infra-estrutura, geração de empregos e, conseqüentemente, profissionais capacitados e qualificados.
O ensino superior será a mola mestra de propulsão desse crescimento. Formar profissionais competentes, criativos e com senso crítico é de suma importância para promover as transformações que envolvem temasconsiderados prioritários e estratégicos para o futuro da nação. Para isso, o país terá o compromisso com profundas mudanças no ensino pedagógico. O atual sistema de avaliação está longe de ser o ideal de transformação que a sociedade almeja. A taxa de desemprego a quase dez porcento é fator preocupante em milhares de trabalhadores que, por falta de qualificação, estão desempregados ou ameaçados notrabalho pela contratação de mão de obra especializada vinda de fora. O ensino superior clama por mudanças, haja vista, as precárias instalações, a falta de estrutura e qualificação dos docentes na maioria das faculdades do país.
Para um futuro próximo, o país exigirá educação de qualidade com pessoas questionadoras, criativas e de cognição apurada. Essas expectativas na formação do futuroprofissional pressupõem a quebra de padrões rígidos na educação superior, que resultará na mudança de perfil do profissional com formação qualificada, com conhecimentos técnicos e científicos que venham de encontro aos interesses do Brasil.

É fantasia a crença, comum na pedagogia, de que a educação seria transformadora.

Se a educação não é transformadora, os papéis do ensino superior e daavaliação da aprendizagem são..., pois...

A educação só poderá ser transformada se realmente houver vontade política e social. Focar o avaliar como ranking de pontuação a ser atingido é tornar o saber apenas reprodução do conhecimento, em que decorar o que foi ensinado é fator preponderante para a aprovação. A transformação da educação precisa ser focada na avaliação diagnóstica, no aprender aaprender, onde o aluno buscará as respostas com reflexão, crítica e criatividade. A qualidade do ensino está na avaliação da aprendizagem."O aprendizado adequadamente organizado resulta em desenvolvimento mental e põe em movimento vários processos de desenvolvimento que, de outra forma, seriam impossíveis de acontecer." (Vigotsky, 1987:101)
A educação é extremamente rígida, contém uma gama deinformações que são tratadas de forma descontextualizada e desconexa. Visa à memorização e não a aprendizagem em si. Se a educação não é transformadora, estamos fadados à mesmice e a falta de criatividade. O papel da avaliação e do ensino superior é justamente formar profissionais de alto nível, com poder de criar e transformar o conhecimento para o mercado de trabalho e a sociedade, os quais exigemcada vez mais cabeças pensantes, críticas e criativas.

É fantasia inventar que o trabalhador perde o emprego apenas porque não tem estudo suficiente.

Se a manutenção do emprego depende da quantidade de estudo, os papéis do ensino superior e da avaliação da aprendizagem são..., pois...

É essencial no mercado de trabalho que o trabalhador se atualize e aumente seu grau de estudo e formaçãoprofissional, mesmo porque, não é apenas com estudo que se dá a manutenção do emprego. O sistema capitalista em que vivemos, visa tão somente o capital econômico e a mão de obra barata. Nas palavras de Paulo Freire, “reforça o mando das minorias poderosas e esmigalha e pulveriza a presença impotente dos dependentes, fazendo-os ainda mais impotentes” (1996:129). Trabalhadores são demitidos e...
tracking img