O papel do educador

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2590 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A importância do educador para a sociedade.

Introdução

Neste texto pretende-se fazer uma reflexão sobre a importância do educador na sociedade, cujo objetivo da pesquisa baseia-se no papel que o educador exerce frente a sociedade, como um agente facilitador do conhecimento.
Sem dúvida, o professor além de ser educador e transmissor de conhecimento, deve atuar, ao mesmo tempo, comomediador. Ou seja, o professor deve se colocar como ponte entre o estudante e o conhecimento para que, dessa forma, o aluno aprenda a “pensar” e a questionar por si mesmo e não mais receba passivamente as informações como se fosse um depósito do educador.
As informações apresentadas serão oriundas de pesquisas bibliográficas, leituras de livros e recursos tecnológicos.
Nesta reflexão, o texto estáestruturado em três etapas distintas, a saber: o educador como um facilitador do conhecimento, onde abordaremos a importância que o educador tem como uma ponte entre o conhecimento e o aluno. Em seguida mencionaremos a relação do educador com a escola, o papel desempenhado por ele diante do aprendizado do aluno, que deve-se levar em consideração os conhecimentos prévio dos alunos.



OEducador como um facilitador do conhecimento

A sociedade que assistimos hoje valoriza o mercado frente ao homem e constrói uma falsa imagem de preocupação com a classe menos favorecida. É nesse contexto que leva-nos a refletir a importância do professor como um facilitador do conhecimento ao aluno, é necessário que o educador tenha em primeiro lugar paixão por gente, sem preconceitos, sem distinçãode raça, cor, gênero.
Quando se pensa nesta palavra facilitador, que segundo o dicionário Michaelis (2008), vem do verbo facilitar, que significa tornar fácil, auxiliar, desimpedir, estar disposto, entre outros, ou seja, o professor tem que estar disposto a ensinar, a facilitar o ensino ao aluno de modo em que ele aprenda e desenvolva-se.
Isto leva-nos a refletir que ser educador não é uma meraprofissão, um simples desempenhar de papel, mas uma vocação, e quando se tem vocação, se tem paixão pelo que se faz, pelo que se desenvolve. Aprender a ser educador passa pelos caminhos da humildade de ensinar aprendendo e aprender ensinando, uma troca de conhecimentos.
O educador precisa conscientizar-se que saber ensinar não é simplesmente transferir conhecimentos, fazer do aluno um meroreceptador, uma caixa pronta a receber conteúdos, mas o educador precisa criar possibilidades e situações que favoreçam a construção desse conhecimento.Freire (1998) ressalta que:
É preciso insistir: este saber necessário ao professor – que ensinar não é transferir conhecimentos – não apenas precisa ser apreendido por ele e pelos educandos nas suas razões de ser – ontológica, política, ética,epistemológica, pedagógica, mas também precisa ser constantemente testemunhado, vivido. (p.52)

O objetivo maior da educação, e conseqüentemente do educador é facilitar a aprendizagem, encaminhar o conhecimento aos alunos. O papel do professor é tido como fundamental, desenvolvendo assim a postura, dedicação, objetividade com que trata os alunos, cativando-os e fazendo com que a aprendizagem seja algoagradável e prazeroso, contribuindo para interação professor – aluno.
Os conhecimentos do educador são oferecidos mais como um recurso ao aluno do qual pode utilizar-se livremente, dando essa liberdade ao aluno para escolher, respeitando assim seu conhecimento prévio.
Referindo-se a essa troca de conhecimentos Paulo Freire enfatiza que “não há docência sem discência, as duas se explicam e seussujeitos, apesar das diferenças que o conotam, não se reduzem à condição de objeto, do outro” (FREIRE, 1998, p.25). O professor , quando autêntico na relação estabelecida com o aluno, é aceitá-lo como ele é respeitando seus conhecimento prévio e sua especificidade.
Segundo Carl Rogers “o único homem educado é o homem que aprendeu a aprender; o homem que aprendeu a adaptar-se e mudar, que percebe...
tracking img