O papel da mulher na sociedade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1099 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O PAPEL DA MULHER NA SOCIEDADE BRASILEIRA:
DA SOCIEDADE COLONIAL AOS DIAS ATUAIS


 
 É importante ressaltar que as mulheres sempre se enxergaram através do olhar masculino: foram nos homens que durante milênios determinaram a forma de ser e agir das mulheres.
 
Durante muito tempo elas não questionaram, não agiram, não exigiram, não se consideravam seres capazes porque as foi incutido queeram inferiores por não terem as mesmas condições mentais dos homens, sem a mínima capacidade de sobrevivência, se não tivessem ao seu lado o pai, o irmão, o marido, o filho ou qualquer outro elemento do sexo
masculino para sustentalas. Isso é tão forte em nossa sociedade que provavelmente, neste momento se alguma mulher quiser viver só, sempre haverá alguém que lamente esta opção ou que sequestionará como ela irá viver sem o marido ou companheiro para ajudar no seu sustento e de seus filhos.
 
O interessante é que esta cultura preconceituosa e machista atravessou os séculos sem que a mulher percebesse que isto era uma mentira. Foi ela que, sustentou a família enquanto o homem se ausentava temporária ou definitivamente. Mas a fala disseminada ao longo dos séculos foi de que amulher era frágil, sem condições de pensar, criar ou sobreviver sem o homem, servindo apenas como um grande útero.
 
Historicamente é um erro fazer este tipo de afirmação. Se voltarmos à Pré- História veremos que o papel representado pela mulher era tão ou mais importante que o do homem, já que cabia a ela a tarefa da coleta dos alimentos. Foi a mulher a responsável pela Revolução Agrícola; e,portanto, do fim da dependência total do Homem da
natureza.
 
No Brasil, logo após Portugal ter tomado posse destas terras, a mulher européia que para o Brasil, teve uma liberdade invejável frente à opressão em que viviam as mulheres na Europa. Isso porque estavam em número bastante reduzido; e portanto, valorizado. As mulheres da classe mais baixa, ou seja, aquelas que não estavamdestinadas a se casarem com os homens com algum tipo de posse ou riquezas, aquelas que tinham que trabalhar para viverem, poderiam ir e vir a hora que bem entendessem, poderiam escolher seus parceiros, o pai de seus filhos, se queriam ou não continuarem vivendo com quem estavam. Não havia ainda a presença da Igreja ; portanto, a sociedade era bastante flexível.
 
As mulheres, neste período, criavam seusfilhos, os filhos trazidos pelos companheiros, os filhos dos vizinhos quando estes perdiam as mãe se os filhos que os antigos companheiros deixavam para trás quando saiam em busca de ouro. Nossa sociedade estava engatinhando, os homens que para cá vieram estavam em busca de um enriquecimento rápido. Eram verdadeiros andarilhos e, em qualquer local por onde passavam, deixavam a mulher que oshavia recebido de braços abertos e que sabia que, um dia, seria abandonada.

Quando Portugal resolveu colonizar definitivamente o Brasil trouxe a Igreja para organizar e dar regras a sociedade e para a mulher foi imposta uma nova conduta para que fosse aceita na sociedade que surgia. Aos poucos, ela foi perdendo sua liberdade porque perdia sua autonomia econômica. Foi-lhe imposto o confinamentocaseiro, como deveria se comportar em público, como deveria andar e para onde olhar (chão). Isso porque chegavam os escravos e sua mão- de- obra passava a ser desnecessária. Para ser aceita como uma mulher "direita" deveria se comportar como a Igreja determinava, senão fizesse isso não seria bem vista; e, portanto, colocada na casa das mulheres da dita vida "fácil".
 
O casamento oficial nãoexistia para mais da metade da população e, em alguns lugares, como na Bahia por exemplo, 80% dos casais eram de concubinato. Até o século XIX, os casamentos que ocorriam na Igreja eram dos ricos para que suas filhas tivessem alguma proteção contra qualquer ato de seus maridos, que, muitas vezes, foram seus algozes. Já que, a mulher , desde a Antigüidade Clássica, foi vista como um grande útero....
tracking img