O PAI

Páginas: 20 (4971 palavras) Publicado: 3 de novembro de 2013
Relevância do estudo do direito na literatura.
O Direito contado a partir da Literatura possibilita, assim, que se desenvolva um novo modo de pensar o direito e, sobretudo, de compreender os fenômenos sociais no interior das culturas jurídica e literária.
Tendo como objetivo analisar a influência da literatura no Direito e no cotidiano brasileiro, bem como sua influência na educação e naprodução acadêmica. Trata da literatura como instrumento da educação em favor da cultura. A literatura, afinal, é um direito do cidadão? Que importância a literatura tem no processo de ensino-aprendizagem? Que contribuição pode dar para a formação da cidadania crítica? Qual sua contribuição para o direito e para o valor de futuro das pessoas? Os desafios da produção científico-literária no novoconstitucionalismo latino-americano, representados pelas constituições da Bolívia, do Equador e da Venezuela. Elas significam um avanço representado pela inclusão da democracia participativa, a vigência dos direitos sociais e dos demais direitos, a busca de um novo papel da sociedade no Estado e a integração das minorias até agora marginalizadas. Observa-se que a literatura está presente nos Cursos deDireito como atividade de extensão universitária. Além disso, demonstra ser compatível sua inserção em trabalhos acadêmicos, sobretudo no universo do direito. Constata-se que a literatura está presente em nossa vida mesmo que de forma inconsciente. Procura-se ressaltar a importância dos fins sociais na aplicação da lei e do Judiciário no Estado de Direito Democrático. As migrações humanas e a buscapor melhor qualidade de vida, o Brasil vem adotando um novo modelo de desenvolvimento que inclui democracia, economia orientada pelo mercado ancorada em fortes instituições e em políticas sociais focalizadas nos segmentos menos favorecidos. Espera-se demonstrar as peculiaridades literárias deste país, bem como sua influência no Direito e no cotidiano brasileiro. Este país é maior que suasdificuldades!

DIREITO, LITERATURA E LINGUAGEM: interlocuções
Glenda Rose Gonçalves Chaves
O estudo da interface Direito e Literatura tem surgido aos poucos no Brasil. Alguns centros de pesquisa em hermenêutica jurídica e constitucional têm-se dedicado a eles com mais afinco (podemos citar, neste sentido, o Instituto de Hermenêutica Jurídica). Contudo, o estudo dessa relação entre Direito e Literaturatem produzido resultados importantes há anos em outros países, dentre eles os Estados Unidos da América, bem como países Europeus.
Os pioneiros foram os norte-americanos, que, em 1908, já publicaram temas relacionados ao Direito e Literatura, podendo citar o trabalho de John Wigmore, A List of Legal Novels e, em 1925, o ensaio Law and Literature, de Benjamin Cardozo. (TRINDADE; GUBERT, 2008). NaEuropa, os estudos aparecem publicados na década de trinta do século XX, na Suíça e na Itália, e seguiram-se por todo o século.
As pesquisas desenvolvidas nestes países passaram a englobar várias vertentes dessa interface Direito/Literatura e chegaram ao Brasil influenciando trabalhos importantes como o de Arnaldo de Sampaio de Moraes Godoy (2008) e de André Karam Trindade, Roberta MagalhãesGubert e Alfredo Copetti Neto (2008), que ingressaram de maneira envolvente no estudo dessa inter-relação.
Neste sentido, novos caminhos abrem-se para o estudo e divulgação das relações entre Direito e Literatura, sendo, pois, salutar para o desenvolvimento de análises de obras literárias, cujas abordagens encontram-se ligadas ao âmbito jurídico, como para estabelecer o quão a Literatura pode ser,do ponto de vista da estrutura do Direito, uma grande e rica fonte de conhecimento. Como afirmam Trindade e Gubert (2008), essa relação tem como pressuposto a existência de uma ligação, marcada, sobretudo, pela influência recíproca. Dessa forma é que um dos maiores teóricos da hermenêutica jurídica estudados no Brasil, atualmente, Ronald Dworkin (2005), encontra-se vinculado aos estudos do...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Pai pai
  • Pai nosso...
  • meu pai é!
  • Pai nosso
  • Pai nosso
  • PAI
  • Pai Nosso
  • Pai Nosso

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!