O olfato humano

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1898 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O OLFATO HUMANO






1 INTRODUÇÃO

A nossa percepção de mundo depende dos nossos cinco sentidos. Neste trabalho pretende-se mostrar a importância do sentido do olfato de seres humanos e todo seu mecanismo, desde a recepção pela cavidade nasal, até a decodificação da informação pelo cérebro. Seu meio de ação principal é químico e possui uma relação direta com áreas superiores eprimitivas do cérebro. É fascinante e ao mesmo tempo, intrigante.




2 O OLFATO HUMANO E SUA IMPORTÂNCIA

O homem primitivo certamente utilizava mais o sentido do olfato que o homem da sociedade atual. A poluição trazida pela industrialização, que forma intensas camadas na atmosfera, acaba por interferir na redução da capacidade de captarmos os cheiros. Outros fatores também influenciam comoa correria da vida moderna, que nos distancia de nossos sentidos primitivos e naturais, uma alimentação inadequada, que muitas vezes provoca uma produção excessiva de muco e o consumo de cigarros, impedindo de desfrutarmos integralmente os cheiros, que são tão essenciais, para que possamos compreender mais sobre o mundo e sobre nós próprios.

O sentido do olfato é tão importante quanto osoutros quatro e está intimamente ligado ao paladar. Há uma grande vantagem se comparado ao paladar, pois não necessita de um contato direto com o elemento, o que lhe confere menor exposição a possíveis estímulos lesivos. “O sentido do olfato forma a maior parte daquilo que normalmente consideramos como o sentido do paladar”.[1] O alimento se torna mais atrativo, pois além de aguçar nosso paladar, nosconquista pelo seu odor. Quando estamos resfriados, por exemplo, nossas vias nasais ficam obstruídas e muitas vezes ao ingerir algum alimento percebemos uma grande diferença, como se perdesse o sabor, apesar do paladar estar cumprindo o seu papel.

Uma outra característica do olfato é a sua capacidade adaptativa, ou seja, após a exposição intensa ou prolongada de um cheiro, este passa aser pouco considerado ( satura ).O olfato detecta um cheiro de cada vez, no enquanto este cheiro pode ser o resultado de uma combinação de variados odores. É sempre do mais forte ao mais fraco.

As principais anomalias do sentido olfativo são a Anosmia e a Parosmia. Estas podem ser provocadas por alterações orgânicas ou acidentais. A Anosmia é a perda total do olfato e em muitos casos éacompanhada por problemas psico-emocionais como a Depressão. “Com a perda desse sentido, a pessoa também perde o paladar, o que torna o mundo monótono e sem cor”. [2] Já a Parosmia, se apresenta como uma perversão do olfato, que geralmente é ligada à percepção de cheiros ruins.

O olfato possui uma relação direta com o cérebro e age por meio químico. Os cheiros ativam sensações que atingem nossamemória, comportamento e emoções. Áreas como a medicina, biologia e psicologia buscam intensificar o estudo sobre este sentido, que sendo estimulado e bem trabalhado, pode ajudar até mesmo em tratamentos terapêuticos. Os pesquisadores Linda Buck e Richard Axel, ganhadores do Prêmio Nobel de Medicina de 2004, contribuíram descrevendo o mecanismo do olfato, desde a recepção, até a transmissão de dados aoSistema Límbico. Esta pesquisa foi fundamental para a compreensão deste especial sentido.

2.1 A DINÂMICA DO OLFATO HUMANO

Este sentido fascinante tem como órgão captador o nariz, cujo é constituído pela cavidade nasal que se estende até abaixo da caixa craniana. “A cavidade nasal é revestida por um epitélio que secreta muco, formando a mucosa vermelha e amarela”.[3] Na parte inferior (começando pelo vestíbulo nasal – narinas ), o revestimento é vermelho devido a região ser rica em vasos sangüíneos, além disso possui glândulas que secretam muco com a finalidade de umedecer o ar que entra. Já na parte superior ( região abaixo da caixa craniana ), o revestimento é amarelo e há uma área a altura das sobrancelhas ( cerca de 5 a 10cm2 ) que se concentra as terminações nervosas do...
tracking img