O novo mapa do mundo - fim de século e globalização.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (302 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Curso de Geografia Bacharelado
Disciplina: Organização do Espaço Mundial

Referência Bibliográfica | SANTOS, Milton; SOUZA, Maria Adélia Aparecida de; SCARLATO, Francisco Capuano;ARROYO. Mônica (orgs.). O Novo Mapa do Mundo – Fim de Século e Globalização. São Paulo: Hucitec, 1993, P. 15 - 22 |

Objetivo |
Com base no objetivo do autor, ele trata primeiramente nagrande aceleração contemporânea, “a dificuldade para entender os novos esquemas e para encontrar um novo sistema de conceitos que expressem a nova ordem’’(p.15), um exemplo é a difusão noinicio do século XX do automóvel, do avião, entre outros. Trata-se também da aceleração da “expansão demográfica, a população triplica entre 1650 e 1900’’ (p.15).Ele cita que “quem se globaliza,mesmo, são as pessoas e os lugares’’ (p.16), refere-se as invenções que o homem vem fazendo.“A competitividade é um outro nome para a guerra, conduzida, na prática, pelasmultinacionais’’(p.19) |

Principais opiniões do autor |
Pode-se dizer que o autor deixa bem claro, o grande avanço da globalização, ele cita que o mesmo é um “sistema de relações, em benefício do maiornúmero’’(p.19), se refere ao subsistema de dominação sobre outros, no entanto apenas beneficiando alguns.O poder capitalista está crescendo, influenciando cidadãos a recorrer a globalização, tantocomo ferramentas como meios de comunicações.“Quanto ao espaço, ele também se adapta á nova era’’ (p.16) |

Conclusão pessoal |
Trata-se de um conteúdo bastante complexo, na qual encontreidificuldade. O autor se refere bastante na grande aceleração que vem ocorrendo no processo de globalização, entretando ele relata o grande sistema de exploração de impresas e do entornocompetitivo.“Hoje temos a capacidade de transformar o mundo em um inferno e estamos em caminho de fazê-lo.Mas também temos a capacidade de fazer exatamente o contrário’’(p.21-22)....
tracking img