O NOVO DIVORCIO

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (961 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de junho de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto








O NOVO DIVÓRCIO
Pablo Stolze Gagliano e Rodolfo Pamplona Filho
Resenha por capítulos.








IGUATU – CEARÁ


CAPÍTULO 1

“Reconhecimento jurídico, “desjudicialização” e facilitaçãoprocedimental – noções que efetivamente sustentamos – não devem ser confundidos com a instigação ao descasamento”.
Abordando de forma sucinta o tema do divórcio, o primeiro capítulo nos traz o Soneto dafidelidade como comparativo visto que os sentimentos que unem podem se extinguir com a vivência e o dia a dia.
O divórcio não deve ser incentivado, mas sim facilitado processualmente. Buscar manter afamília é importante, porém quando se chega a um consenso comum de que continuar a vida entre dois indivíduos onde já não exista mais o amor e nem carinho, não tem sentido.
A sociedade mudou e se faznecessário esses avanços, porque os relacionamentos começam e terminam com fluidez. A mulher não é mais aquela simples dona de casa e se tornou chefe de família, independente e com objetivos, diferentede algumas décadas atrás.
Maria Berenice Dias observa:
“Surgiu um novo nome para essa tendência de identificar a família pelo seu envolvimento efetivo: família eudemonista, que busca a felicidadeindividual vivendo um processo de emancipação de seus membros. O eudemonismo é a doutrina que enfatiza o sentido de busca pelo sujeito de sua felicidade. A absorção do principio eudemonista peloordenamento altera o sentido da proteção jurídica da família, deslocando-o da instituição para o sujeito, como se infere da primeira parte do § 8º do art. 226 da CF: o Estado assegurará a assistência àfamília na pessoa de cada um dos componentes que a integram.” DIAS, Maria Berenice. Manual de Direito das Famílias. São Paulo: Revista dos Tribunais, 4ª ed., 2007, p. 52/53.
Defendendo, portanto, a buscapela felicidade e a conservação de relações afetivas como realização pessoal do cidadão, sendo o divórcio apenas um meio de fazê-lo feliz.
CAPÍTULO 2
“ Trata-se, no vigente ordenamento jurídico...
tracking img