O novo colonialismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (270 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACIMP-CIÊNCIAS ECONÔMICAS 2º PERIODO
HISTÓRIA ECONOMICA GERAL
Grupo 02 “ O Novo Colonialismo”

A economia-mundo com suas áreas centrais, periféricas e externas, praticamentenão sofreu alterações durante a maior parte do século XIX, a não ser a quebra dos laços de dependência política das Américas portuguesa e espanhola com suas respectivas metrópoleseuropeias, e o contato com esporádica ocupação europeia das regiões da Oceania (Austrália, Nova Zelândia e arquipélagos do Pacífico Sul).
O Capital Monopolista
Os termos da livreconcorrência pertencem aos primeiros estágios do capitalismo, quando diversas empresas competiam umas com as outras pela conquista dos mercados consumidores, produzindo segundo processosdiferenciados, e vendendo seus produtos por preços variáveis.
O Imperialismo
A solução natural para o sistema econômico capitalista,, aparentemente bloqueado, foi a transformaçãodas áreas externas, Ásia e África em áreas periféricas da economia-mundo, através do processo denominado imperialismo.
As formas do Imperialismo
Claramente apoiado pelos Estadoscentrais que abriam espaço à política expansionista dos grandes grupos monopolistas de seus países, a Conferência de Berlim, em 1884/85, procurou definir os critérios de partilha docontinente africano.
A ação concreta do imperialismo pôde assumir duas formas e quatro tipos de dominação
Padrão-Ouro
Todo este comércio ancorou-se no padrão-ouro, por insistênciada Inglaterra, que o havia adotado em 1774, para manter estáveis as taxas de câmbio e as transferências de capital seguras.
A Alemanha adotou o padrão-ouro em 1873; os três paísesescandinavos, em 1875 e os demais países europeus entre 1878 e 1892. Em 1900, todos os demais países, com exceção da Etiópia e China, adotaram o ouro como padrão monetário.
tracking img