O nome da rosa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (263 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Jéferson Túlio da Silva

Filme: O Nome da Rosa
O filme conta com dois tipos de filosofia, o padre William de Basckerville, com o conhecimento aristotélico,ou conhecimento cientifico. Mas os outros padres da resistência colocam a avessa qualquer tipo de evidência defendendo os dogmas da igreja condenando tudo queé feito pela lógica aristotélica, na sociologia, pode se destacar as relações sociais entre as diferentes classes sociais, o poder que a igreja tem demanipular as pessoas, a economia e a política.
De um lado os humanistas racionalistas Freis Guilherme de Ockham, um édito moderno. Tais humanistas cultivaram oantropocentrismo julgaram que graças Pa ciências e a técnica, o homem seria capaz de vencer todas as misérias do mundo, até criar uma era de grande prosperidadematerial e de completa felicidade natural.
No mosteiro, sete monges morrem estranhamente, isto aborda muito a violência.
Há também uma violência sexual, no qualmulheres se vendem aos monges em troca de comida e muitas vezes depois são mortas.
por tudo aquilo que destes na terra, receba cem vezes no céu.
A igrejapregava que o homem só iria para o céu, se este dividisse rua riqueza com ela, e o homem, com medo de quaimar no fogo do inferno acabava doando os pequenospertences que possuía, para não ser excomungado.
William de Baskerville usa a lógica e a razão, em vez de recorrer à supertição e acusações de feitiçaria paraexplicar os acontecimentos. Aqui vemos o início da idade da razão, como sua ênfase no conhecimento da experiência e um afastamento do idealismo tradicional.
tracking img