O mulato

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4160 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de janeiro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
“O Mulato” – Aluísio Azevedo, na visão racista e anticlericalista do século XIX



Palavras chaves: “O mulato” – José de Alencar, racismo, anticlericalismo, Império brasileiro, século XIX.
Resumo: Este artigo descreve um resumo da obra literária “O Mulato” escrito por Aluísio Azevedo e publicado no ano de 1881. Este livro que é passado na cidade de São Luís do Maranhão vem para iniciar onaturalismo no Brasil. Através do livro percebem-se alguns problemas que viveram a população brasileira na segunda metade do século XIX, como o racismo e o anticlericalismo. Ambos são trabalhados relacionando o conteúdo do livro ao que realmente ocorria nestes aspectos no Brasil, e principalmente no Maranhão, durante este período.
Abstract: This article describes an overview of the literary work"The Mulatto" written by Aluisio Azevedo and published in 1881. This book is spent in the city of São Luís do Maranhão comes to start naturalism in Brazil. Throughout the book are perceived some problems that the Brazilian population lived in the second half of the nineteenth century, such as racism and anti-clericalism. Both are worked relating the contents of the book to what actually occurred inthese aspects in Brazil, especially in Maranhão, during this period.
Key words: "The Mulatto" - José de Alencar, racism, anti-clericalism, the Brazilian Empire, the nineteenth century
1. Introdução
Este artigo tem como objetivo mostrar a realidade em que vivia o Brasil durante a segunda metade do século XIX, focando, principalmente, na cidade de São Luís do Maranhão, por trabalhar, tambémneste artigo, a obra literária de Aluísio Azevedo, “O Mulato”, produzida em 1881.
A partir desta obra que iniciou o naturalismo no Brasil, onde começaram em livros condenar certos pudores da época, podem-se comparar estes com a sociedade brasileira durante este período. Estes problemas tratados aqui serão o racismo e o anticlericalismo, presente em várias sociedades.
O racismo é tratado através daimagem de Raimundo, mulato filho de pai brando e mãe negra que sofre pela sua cor e não encontra lugar na sociedade burguesa da época. Já o anticlericalismo é tratado a partir do Padre e depois Cônego Diogo, que representa bem o clero católico da época, como aproveitador das famílias burguesas, encobria fatos criminosos e cometia adultério.
É então através dos personagens e da narrativa da obra “OMulato” que este artigo tratará dos problemas encontrados no Brasil durante este determinado tempo do século XIX.
2. Resumo do livro “O Mulato” de Aluísio Azevedo
Raimundo, personagem principal da obra “O Mulato”, é órfão de pai, um ex-comerciante português e filho de uma ex-escrava de seu pai, Domingas, do qual foi afastado em criança. Criado pelo tio e seu tutor, Manuel Pescada, após a mortede seu pai. Raimundo passou alguns anos estudando na Europa e retorna formado ao Brasil. Passa um ano no Rio de Janeiro, mas resolve voltar a sua terra São Luís do Maranhão para rever seu tio Manuel Pescada.
Sua história começou quando seu pai, José Pedro da Silva, teve um caso com sua escrava Domingas, que resultou em um filho.
Já casado com Quitéria Inocência de Freitas Santiago e mesmo assimdedicando grande atenção à escrava Domingas e ao seu filho Raimundo, fez com que sua legítima esposa ficasse intrigada com seus atos. Por causa de suas suspeitas, Quitéria ordena que açoitem a negra e lhe queimem as partes genitais. Desesperado com o que poderia acontecer com seu filho, José Pedro o tira da fazenda e o leva para a casa de seu irmão em São Luís.
Voltando a fazenda e esperandoencontrar sua mulher na casa de sua mãe, escuta vozes dentro da casa. E para sua surpresa depara com Quitéria em pleno adultério com o então Padre Diogo. Em momento de raiva, José Pedro mata sua esposa e deste momento em diante surge um pacto de cumplicidade entre ele e o até então padre, graças à culpa do adultério e à culpa do homicídio.
Com tantas desgraças José Pedro vai para casa de seu...
tracking img