O Monge e o Budista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 7 (1735 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 30 de novembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE PRUDENTE DE MORAES - UNIESP
Graduação em Administração de Empresas


RESENHA DO LIVRO “O MONGE E O EXECUTIVO”



Rodrigo Bueno



Trabalho solicitado à disciplina de Horas Complementares, ministrado pela Professora Luciana Abreu.




Setembro/2013



Resenha: HUNTER, James C. O Monge e O Executivo

O Monge e O Executivo é uma historia sobre liderança,possibilita aos leitores terem uma visão humanista de como verdadeiramente deve ser o relacionamento pessoal e em grupo nas empresas, na família, etc.
O livro retrata a historia de John Daly, casado, pai de dois filhos (casal) executivo bem sucedido, que se depara com algumas dificuldades, tanto em sua vida familiar como em sua vida profissional.
Desde o inicio de sua vida John se via perseguido por umnome, “Simeão”, ele não compreende porque, sempre tinha o mesmo sonho com a mesma mensagem, “ache Simeão e ouça-o!”.
Após um movimento sindical na empresa onde trabalha, e das constantes reclamações de sua esposa e as insubordinações de seus filhos, John se encontra no limite do stress, sua esposa sugere que ele vá se aconselhar com um pastor de sua igreja, que indica a ele um retiro em ummonastério, uma das coisas que despertou seu interesse foi o fato do lendário Len Hoffman, um ex-executivo, ser um dos frades do local. Uma vez tomada a decisão de fazer este retiro, contrariado, mas com receio de perder tudo o que havia conquistado ate o momento, família, emprego, em fim. Ele ao chegar ao monastério descobre que Len Hoffman seria responsável pelo curso de liderança, porém o maisextraordinário é que Len Hoffman, agora como frade levava outro nome, no monastério, “Simeão”.
O ambiente utilizado pelo autor, um monastério, nos mostra que todos os frades possuem o mesmo status, ninguém é melhor ou pior que ninguém, porem um reitor, o líder é responsável pela palavra final em todos os assuntos, isso faz com que os hábitos e relacionamentos sejam respeitosos e saudáveis, outro fatointeressante é que há uma preocupação constante em cumprir, ordens, como horários, refeições e outros afazeres, desta forma todos vivem em equipe.
Durante as aulas ministradas, o debate inicial foi sobre a diferença entre poder e autoridade, e o conceito de liderança. A liderança no pode ser confundida com poder, ao passo que poder “é a faculdade de força ou coagir alguém a fazer sua vontade, porcausa de sua posição ou força, mesmo que a pessoa preferisse não o fazer”, e liderança, em palavras simples, “é a habilidade de influenciar pessoas para trabalharem entusiasticamente visando atingir objetivos comuns, inspirando confiança por meio da força do caráter”. Logo, a chave para a liderança é “executar as tarefas enquanto se constrói os relacionamentos”.
Na continuidade discutiram sobre ovelho e o novo paradigma, como não ter o cliente como inimigo, mas como aliado. O autor mostra a necessidade e flexibilidade que um líder tem de ter em saber identificar os velhos paradigmas e se adaptar aos novos, de forma simples ele explica que “paradigmas são padrões psicológicos, modelos ou mapas que usamos para navegar na vida”. Explica ainda como eram as empresas de antigamentecomparando-as com as de atualmente. Em tempos passados, as estruturas internas das empresas eram exigentes, de modo a determinarem a seus empregados toda a atenção voltada para o nível hierárquico mais alto, visando assim apenas o lucro. Voltando para as empresas de atualmente, os novos paradigmas, como afirma o livro, esta baseada na liderança servidora, pois todos tendem a satisfação dos seus clientes,sendo o lucro uma consequência deste emprego.
Foi colocada a questão dos modelos de liderança dos quais Len acredita que a autoridade sempre se estabelece ao servir aos outros e sacrificar-se por eles, e isso trouxe a reunião questionamentos sobre o ato de amar, que, na visão de um líder, deve ser traduzido pelo comportamento e pela escolha, na união do falar e do fazer, deixando de lado o...
tracking img