O mito dos mercados racionais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2283 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo do Livro: O Mito dos Mercados Racionais

Fonte: Grupo Editorial Record

Na década de 1960, a hipótese dos mercados racionais, antes parte do folclore econômico, foi elaborada na Universidade de Chicago e logo se tornou um poderoso mito. Afirmava-se que o mercado estaria sempre certo e que as decisões seriam exclusivamente originárias de investidores racionais e bem-informados. A crençaem um mercado eficiente não se referia apenas ao mercado de ações. Ela argumentava que, à medida que fossem criados e comercializados mais títulos de dívida, ações, opções, futuros e outros instrumentos financeiros, inevitavelmente trariam mais racionalidade à atividade econômica.

Os mercados financeiros possuíam uma sabedoria que as pessoas, as empresas e os governos, por si sós, não tinham.Por anos, essa hipótese foi responsável por fortunas e derrocadas, tornou-se inspiração de estudos de vários pesquisadores e motivou investimentos. No decorrer dos últimos 40 anos, os mercados financeiros cresceram vigorosamente e passaram a desempenhar um papel cada vez mais relevante, porém menos controlado. O mito dos mercados racionais teve seu calcanhar de Aquiles revelado e passou a sercontestado.

O cenário é Wall Street e as grandes universidades americanas. Os personagens são mais do que conhecidos no mundo da economia: de Irving Fisher a Alan Greenspan e Gene Fama, passando por Fischer Black e Warren Buffett. A perspectiva é diacrônica. Eis o mercado financeiro e suas evoluções, involuções e revoluções ao longo do tempo.

Por meio de pequenas narrativas entrecruzadas,Justin Fox, diretor editorial do Harvard Business Review Group e colunista de negócios e economia da revista Time, conta a trajetória de personagens reais que construíram, de fato, a história de Wall Street: professores e acadêmicos que ganharam e perderam fortunas, elaboraram teorias e equações, e tentaram compreender as engrenagens do mercado para explicar o que se pode, ou não, esperar dele. Asideias e propostas de cada um foram fundamentais na constituição do que sabemos hoje sobre economia e mercado de ações.

Os questionamentos apresentados em O mito dos mercados racionais – Uma história de risco, recompensa e decepção em Wall Street - ratificam a afirmativa do economista americano Robert Shiller de que a teoria dos mercados eficientes e racionais foi um dos maiores erros na históriado pensamento econômico. É nesse momento que ganham destaque as perspectivas psicológicas e comportamentais de análise, que consideram os investidores como seres humanos, compostos não só por racionalidade, mas também por desejos, necessidades e emoções. Fox parte da economia anterior à crise de 1929 e chega à primeira década de século XXI para analisar a evolução, com seus altos e baixos, dosprincipais pensamentos e pensadores que constituem essa história.

Os mercados são racionais?

A teoria dos mercados eficientes ou mercados racionais prega que as informações e expectativas dos investidores são quase que instantaneamente refletidas nos preços dos ativos. Essa hipótese veio de um estudo realizado pelo professor Eugene Fama na Universidade de Chicago e publicada em sua tese dedoutorado e se baseava em uma dissertação (“ A Teoria da Especulação“ ) exposta em 1900 por um matemático francês chamado Louis Bechlier.

Essa teoria foi contestada pela primeira vez devido ao comportamento do mercado na crise de 1929, e diversas outras vezes durante cada crise que o mercado enfrentou no último século.

Quem acredita na ideia da imprevisibilidade do mercado, pensa dessa formapois investidores diferentes recebem informações diferentes em momentos diferentes e as processam de formas diferentes. Isso se deve a imperfeições na difusão da informação e ao nível de conhecimento de cada investidor. Além de restrições de liquidez e a possiblidade de haver investidores de posse de informações privilegiadas.

Todas essas variáveis, muitas ainda relacionadas ao controle...
tracking img