O mito da maternidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1121 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
* Tema da Atividade:
O curso de Antropologia deve trabalhar, entre outros conteúdos, um que demonstra a relação entre cultura, mitos, imaginário e marcas. A publicidade se utiliza da preservação e circulação dos mitos – através da cultura e do “inconsciente coletivo” (arquétipos) – em nossa sociedade para criar e manter marcas de sucesso. Refletir na perspectiva dessa relação (mitos↔marcas)possibilita entendermos outros aspectos do fenômeno do consumo importantes para a reflexão do (e formação de um) futuro profissional da área do marketing. Considerando isso, o grupo deverá escolher uma (ou mais marcas) e relacioná-la aos Mitos (ou Arquétipos) existentes em nossa sociedade moderna.

Johnson e Johnson

O mito da maternidade (proteção)http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?pid=S0486-641X2008000400014&script=sci_arttext
http://titaferreira.multiply.com/journal/item/2832
http://www.escolafreudianajp.org/arquivos/trabalhos/Amor_materno_mito_ou_realidade.pdf
http://www.maeetudoigual.com.br/2010/06/o-mito-da-maternidade-perfeita.html
http://www.pailegal.net/guarda-compartilhada/mais-a-fundo/analises/114-o-mito-do-amor-materno

A primeira é devido à imposição feita pelacultura, responsável pelo desenvolvimento do modelo de amor materno conhecido atualmente e com o qual temos convivido desde o século XIX.
 

A segunda, em uma relação de causalidade circular com a anterior, deve-se à necessidade de se idealizar a relação mãe-filho, idealização que obedece ao desejo de união perfeita, fantasia de completude que protege o indivíduo das ansiedades e medos maisprimitivos de separação, abandono e perda.

Desse modo, a mãe é concebida como alguém puro a quem são atribuídos apenas sentimentos nobres de acolhimento, abrigo e continência no que diz respeito a sua cria. A criança, é vista como um ser que se satisfaz total e plenamente com uma relação fusional com ela satisfazendo-a do mesmo modo. (Um exemplo do valor dado à tão sonhada relação, são as expressõesartísticas cristãs que retratam sempre a Madona olhando o Menino Jesus com enlevo e este, por sua vez, retribuindo com adoração).

http://maternidadezen.blogspot.com.br/2011/07/mae-perfeita-e-um-mito.html

cobrança por perfeição incide mais sobre a cabeça daquelas mães que encarnam simbolicamente o papel de superpoderosas.

A Natureza Feminina: O Mito da Mãe Perfeita
De maneira geral, ascrenças sobre a maternidade são divulgadas como se fossem tradicionais e naturais, e por serem concebidas assim, essas crenças se tornam inatacáveis. Contudo, é possível verificar na história da humanidade que essas idéias têm poucas centenas de anos. A boa mãe, tal qual conhecemos hoje, com sua propensão natural ao sacrifício, seu amor universal e automático pelos filhos e sua completa satisfaçãonas tarefas da maternidade, não foi sempre assim.
Ao contrário disso, Forna (1999) nos conta que esse estilo de maternagem teve seu início em 1762, a partir da publicação de Émile, por Rousseau, quando este criticou as mães que enviavam os filhos para as amas-de-leite, o que era bastante comum até esta época. Ele recomendava, enfaticamente, que as próprias mães amamentassem e criassem seus filhose as recriminava por darem preferência a outros interesses. Segundo Badinter (1985) dá-se aí, o início à injunção obrigatória do amor materno. Serrurier (1993) também afirma que é deste Émile, que estamos condenadas a ser mães e a ser boas mães. Não há alternativa para a mulher: a vocação materna é natural, instintiva e obrigatória!
Contrária às idéias de que a maternidade só comporta o amorirrestrito e apoiando a perspectiva das teorias do gênero, segundo a qual a maternidade é construída e não instintiva, a maternidade e a maternagem, segundo os antropólogos e sociólogos, é um constructo social e cultural que decide não só como criar os filhos, mas também, quem é responsável por eles (Forna, 1999).
Culturalmente, as representações sociais da maternidade estão fortemente calcadas no...
tracking img