O mito da caverna

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (718 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
TRABALHO DE FILOSOFIA

SINTESE DO TEXTO MITO DAS CAVERNAS

O mito da caverna mostra que, o ser humano ainda vive preso ao preconceito, ao medo de tentar, pensar e expressar seus sentimentos.Leva-nos a pensar em alguns pontos da nossa vida que nos distraímos com coisas tão banis e fúteis que não analisamos profundamente a beleza das coisas. Eles ficavam admirandos as sombras das pessoas,animais, objetos que passavam, mas não viam como era realmente o objeto, não podiam ver como as pessoas e os animais eram sua cor, formas, aparência, só viam a sombra e não os donos da sombra. E quandoum deles resolveu conhecer o mundo fora da caverna e tentou falar para os outros que realmente existia lá fora Foi morto por achavam que só as sombras eram a realidade. Hoje não e diferente. O serhumano perde muito seu tempo com novelas, filmes entre outras coisas achando que pode comparar com a realidade.
Devemos nos libertar dos preconceitos, da ignorância e enxergar o mundo da maneira que elerealmente é, e não fantasiá-los.

SINTESE DO FILME SOCIEDADE DOS POETAS MORTO

O filme narra um drama que se desenrola em meados de 1959, em uma tradicional escola preparatória chamada AcademiaWelton, um modelo de escola marcado por concepções e tradicionalismo.
Nas primeiras cenas, o diretor discursa enfatizando os cem anos da instituição com o ensino apoiado em princípios como: tradiçãohonra disciplina e excelência. Em uma época em que os alunos seguiam carreiras planejadas (impostas) pelos pais e nessas carreira não tinham espaço para a arte. Isso fica bem marcado numa cena em queo aluno Neil não conseguiu contestar o pai que exige a retirada de suas atividades como redator do anuário escolar.
Contrapondo-se à proposta de ensino estabelecida, o professor Keating (um ex-alunodessa mesma instituição introduz um novo ideal pedagógico. Em suas palavras vemos a manifestação do ideário “Carpe Diem”, mas logo os seus mas logo os seus métodos de incentivar os alunos a pensar...
tracking img