O mercado das carnes secas e a produção das oficinas do siará grande

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 42 (10393 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O mercado das carnes secas e a produção das oficinas do Siará Grande: quebra de monopólio, circuitos mercantis e abastecimento no Estado do Brasil (século XVIII)

Leonardo Cândido Rolim PPGH/Universidade Federal da Paraíba e-mail: leonardorolimhist@gmail.com

Introdução

A grande extensão do litoral setentrional do Estado do Brasil foi, certamente, um dos motivos que levou os agentes régiosna colônia associados às instituições metropolitanas a levarem a cabo, juntamente com os mercadores da praça do Recife interessados em aumentar sua zona de atuação e aos senhores de engenho buscando alternativas econômicas, a conquista e colonização dos sertões das chamadas capitanias do norte do Estado do Brasil 1. Após a definitiva expulsão dos holandeses de Pernambuco em 1654 as ameaças deincursões estrangeiras (holandesas, francesas, inglesas) eram um perigo iminente. Todavia, foi logo depois das primeiras notícias de descoberta de ouro no interior do continente, no crepúsculo do século XVII, que a efetiva ocupação por colonizadores das terras habitadas pelo índio tapuia, chamado de “bárbaro”, se fez necessária aos olhos da Coroa Portuguesa. Por não se saber na época exatamente aextensão das terras, acreditamos que foi engendrado um projeto de colonização para os sertões da capitania de Pernambuco – mesmo que não fosse, de fato, o principal objetivo da Coroa Portuguesa nos últimos anos do século XVII e no primeiro quartel do XVIII. A abertura por terra de um caminho até o Estado do Maranhão também ganhava destaque. A difícil relação do governador da capitania de Pernambucocom o Governador Geral do Estado do Brasil, que vivia na cidade de Salvador, talvez tenha incentivado de alguma maneira o avanço da fronteira da zona produtora de açúcar. A região que se localizava ao norte do rio São Francisco e ao sul do rio Potengi, na capitania do Rio Grande, correspondia à região de fato colonizada até não mais do que 70 quilômetros para o interior 2. O avanço colonizador sedeu, num primeiro momento, capitaneado pelas tropas militares estacionadas no período post bellum que aumentavam a tensão social nas urbes da região
1 2

Tais capitanias são: Pernambuco, Paraíba, Itamaracá, Rio Grande e Siará Grande. Cf. MELLO, Evaldo Cabral de. A Ferida de Narciso: ensaio de história regional. São Paulo: Editora SENAC São Paulo, 2001; A Fronda dos Mazombos – Nobres ContraMascates: Pernambuco, 1666-1715. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

açucareira. A busca por índios para servirem de escravos nas plantações dos falidos senhores de engenhos e a procura por pastos para criação de gado também foram motivações para a conquista do sertão. As sangrentas batalhas contra os índios tapuia no interior do continente renderam à maioria dos soldados terras “para criaremseus gados”. As doações de sesmarias no sertão tiveram, em sua maioria, ligação com a atividade pastoril que fez com que fosse gestada uma rede interna de caminhos e estradas no sertão, que estavam propensos a perderem sua utilidade por causa de cheias ou até mesmo pelo ataque dos índios. A queda no preço do gado vivo oriundos dos sertões do Siará Grande e do Piauí nas feiras de Igaraçu emPernambuco e Capoame na Bahia, entre outras próximas ao Recife e Salvador, fizeram com que os criadores destes sertões aplicassem uma técnica da salga em mantas de carnes e passassem a comercializá-la dessa forma (seca e salgada). Ou seja, em alguns povoados e vilas do sertão se formaram verdadeiros complexos de fabricação de carnes secas e salgadas, onde também eram comercializadas. A dinamização destesportos do sertão fez com que se formassem ali alguns potentados locais não obrigatoriamente ligados à posse de terras, mas também à atividade comercial. Estas elites passaram, então, a demandar produtos vindos do reino, que chegavam aos sertões nas embarcações que vinham carregar carnes secas – como no caso da vila de Santa Cruz do Aracati, na capitania do Siará Grande. Analisaremos neste texto,...
tracking img