O menino

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4373 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A ATUAÇÃO DO PROFESSOR NO ENSINO-APRENDIZAGEM SOBRE O ALUNO DISLÉXICO

Aluna: .........
Orientadora:..........

RESUMO


Este estudo artigo aborda sobre a complexidade do processo ensino-aprendizagem, sobreo aluno disléxico. Observou-se que a dislexia está direcionada ao entendimento do ser humano, ou seja, perguntas e questionamentos sobre o pensamento e a linguagem; como se aprende e, principalmente, o porquê das dificuldades de aprendizagem. Para a política de inclusão e também o respeito às diferenças são necessárias mudanças na formação dos disléxicos, através de práticas que inovam o ensino eque atendam suas necessidades. A dislexia não tem cura, no entanto, o desempenho desses alunos depende dos professores, ou seja, da relação que se estabelece no ensino-aprendizagem. Geralmente notas baixas refletem muito as limitações cognitivas e linguísticas. Podem acontecer muitas coisas com uma criança quando são ignoradas as causas de suas dificuldades escolares e também de interaçãosocial. Por isso, a dislexia deve ser observada desde cedo, para que não ocorra traumas e outros problemas com este aluno. Isso mostra que são necessárias novas metodologias, adequadas à realidade do educando, principalmente do aluno especial. Por outro lado, o papel do educador é mediar a aprendizagem, priorizando, nesse processo, a bagagem de conhecimentos trazida por seus alunos, ajudando-os atranspor esse conhecimento para o "conhecimento letrado". Portanto, torna-se necessário o respeito às diferenças na prática do cotidiano escolar.


Palavras-chave: Dislexia. Inclusão. Diferenças. Necessidades.


INTRODUÇÃO

De certa forma é complexo para desenvolver as capacidades cognitivas de um aluno deficiente, portanto a ideia é utilizar e adaptar matérias para que o aluno dainclusão aprenda aquilo que for necessário para desenvolver suas habilidades cognitivas, físicas e motoras.
A pesquisa realizada tem por finalidade analisar quais são os recursos para atender as necessidades dos alunos da inclusão, principalmente ao que se refere à dislexia, que segundo Monteiro (1998, p. 74): “Caracteriza-se pela dificuldade que a


criança apresenta na leitura e na escrita, notocante à aquisição da capacidade de escrever e decodificar letras, presente em torno de 5 a 10% de escolares.”
Este estudo tem relevância, pois é a escola que vai preparar esse aluno para que ele possa manter-se socialmente, ou seja, o aluno ao ingressar na escola não irá aprender exatamente o que é proposto pedagogicamente para os demais alunos.
Quanto a inclusão escolar, já foievidenciada que a prática pedagógica tradicional, baseada apenas na transmissão de conhecimento, é ineficaz para ensinar grande parte dos alunos.
A escola tradicional focalizou sua atenção em satisfazer às necessidades comuns, delineando objetivos sem considerar as características específicas de cada aluno (BLANCO, 2004).
Nesse sentido, a implantação de propostas com vistas àconstrução desse tipo de educação no Brasil requer mudanças nos processos de gestão, na formação de professores nas metodologias educacionais. Porém, são necessárias ações compartilhadas e práticas colaborativas que respondam às necessidades de todos os alunos (SOUZA, 2008).
Sobre a inclusão, Guebert (2010, p. 33) explica que: “Trata-se de um processo bilateral, no qual não há diferença entre aspessoas (a sociedade é para todos), mas sim a equiparação de oportunidades, sendo esses os aspectos necessários para a obtenção do sucesso no processo inclusivo.”
Todos os alunos apresentam características físicas, comportamentais e emocionais próprias, sendo que devido à existência destas, uma prática de ensino voltada para um conjunto homogêneo de alunos não alcança êxito.
Dessa...
tracking img