O lugar e o contributo das ciências da comunicação no quadro das ciências sociais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6475 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O Lugar e o contributo das Ciências da Comunicação no quadro das Ciências Sociais: como os media constroem a realidade social[1]
Mafalda Lobo
Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP)


Resumo


Este trabalho procura desenvolver a forma como os meios de comunicação de massa, ou usando a terminologia, os media, contribuem para a construção social da realidade, aoinfluenciarem o chamado “senso comum”.
No desenvolvimento deste trabalho, irei debruçar-me sobre a teoria construtivista no âmbito das abordagens do Interaccionismo Simbólico, da Sociofenomenologia, do Existencialismo e do Experiencialismo, que se enquadra nas análises sociológicas do quotidiano, úteis para a compreensão da realidade social com base na experiência dos indivíduos, sendo asinteracções sociais fundamentais para que o mundo que nos cerca ganhe significado, e também neste contexto, basear-me-ei na teoria das Representações Sociais.
A realidade da vida quotidiana apresenta-se como uma realidade interpretada pelos homens e, de modo subjectivo, dotada de sentido para eles, na medida em que forma um mundo coerente e é também um mundo intersubjectivo, partilhado com osoutros (Berger e Luckman, 2004 [1966]: 31-35). Começamos assim, por reflectir sobre os fundamentos filosóficos e sociológicos do pensamento comunicacional, ao mesmo tempo que reflectimos sobre a construção social da realidade, subjacente à Sociologia do Conhecimento ou Sociofenomenologia, até que chegarei aos pressupostos teóricos actuais das ciências da comunicação (apresentando alguns conceitose modelos) que poderão servir de enquadramento ao meu objecto de estudo.
Os teóricos da construção social, afirmam que os media, desempenham um papel muito importante na forma como as pessoas captam a realidade do mundo. As representações sociais na psicologia social (Moscovic, 2003) e a fundamentação teórica da Sociologia do Conhecimento ou Sociofenomenologia, de Berger e Luckmann (2004[1966]), dentro da perspectiva construtivista e da abordagem do interaccionismo simbólico, são fundamentais para entendermos essa representação, fruto de um processo de construção social da realidade

Palavras-chave
Sociologia do Conhecimento, Sociofenomenologia, Interaccionismo Simbólico, Construção Social da Realidade, Representações Sociais, Comunicação Social.

Introdução


Foramvários os estudiosos e pensadores que cercados pela sua realidade quotidiana, teorizaram sobre o fenómeno da comunicação, desenvolvendo linhas de pensamento e pesquisa, nalguns casos, até convergentes, que deram mais tarde origem às Escolas de pensamento comunicacional. Nem todas as “teorias” desenvolvidas ao longo dos tempos, podem ser consideradas científicas, pois muitas delas carecem devalidação científica, como acontece por exemplo, com alguns estudos críticos, cuja dimensão é filosófica, ou quase filosófica, elaborados com base em enquadramentos ideológicos que os constrangem, mas que de alguma forma, chamam a atenção para aspectos essenciais do campo comunicacional.
O pensamento comunicacional é evidente nas obras de alguns filósofos e políticos britânicos do séc. XVII; JohnMilton (1644); Thomas Hobbes (1651), John Locke (1690) e também em algumas das obras de pensadores germânicos de Leipzig; Christian Weise (1685); Ahasver Fritsch (1676) e Christophorus Besoldis (1629), (cf. Sousa, 2006: 388). Todos eles teorizaram sobre a imprensa e a liberdade de expressão. No entanto, o expoente máximo do grupo de pensadores alemães foi Tobias Peucer, autor da primeira tesedoutoral sobre jornalismo (1690). É a ele que se deve alguns conceitos centrais da teoria do jornalismo actual, como o conceito de noticiabilidade[2] e a influência da história sobre as notícias.
A investigação sistemática sobre os meios de comunicação social, apesar de tudo, só ocorre no séc. XX, no período subsequente à Primeira Guerra Mundial. A cumplicidade que parecia existir entre a...
tracking img