o jeitinho brasileiro de administrar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (384 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de setembro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
Antônio Moreira de Carvalho Neto: "Tendemos a misturar o local privado com o público. Cada espaço demandaria um tipo de conduta. Segundo o antropólogo Roberto DaMatta, dentro de casa agiríamos commais afetividade e poderíamos ter noções de hierarquia diferentes das que temos no espaço público. Na rua, deveríamos ser impessoais. No Brasil, os mundos se relacionam. É comum o líder desenvolverrelações pessoais com os subordinados. O que é bom, por um lado, porque o chefe conhece a equipe e cria laços de confi ança. Mas a mistura pode ser tão grande que na hora de uma promoção o chefe escolhenão o funcionário mais preparado para o cargo, e sim a pessoa com a qual tem mais empatia. Essa atitude é um erro. O mundo corporativo prioriza a meritocracia".

Flexibilidade

Vera Lúcia Cançado: "Aflexibilidade é inerente ao nosso povo. O brasileiro, por sempre enfrentar com criatividade crises fi nanceiras, épocas de alta infl ação e violência, aprende a criar soluções inovadoras e a ser ágilao executar tarefas. Isso ocorre dentro das empresas, com os gestores mudando de rota rapidamente para entregar resultados a curto prazo ou para atender a novas demandas".

Otimismo e cordialidadeAntônio Moreira de Carvalho Neto: "Os líderes brasileiros têm algumas características bem positivas que os diferenciam: são otimistas, sociáveis e têm a cabeça mais aberta para o novo do que povosde outros países. Essas competências são muito importantes, já que estamos numa época em que é preciso saber lidar com os outros para crescer.


A positividade do brasileiro vem da religiosidadeque está presente em nosso desenvolvimento histórico e faz com que tenhamos muita disposição para a vida e esperança no futuro. Por vivermos em um país novo e cheio de imigrantes, estamos acostumados alidar com a diversidade e ter fé no estrangeiro. Uma postura importantíssima, pois hoje as relações profi ssionais tendem a ser bastante globalizadas".

Nosso CEO até sofre para demitir, mas...
tracking img