O imperio das marcas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (411 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O Império das Marcas e a Filosofia
Todos os dias somos bombardeados por diversas marcas que interferem o nosso cotidiano. Grupos de várias faixas etárias, para todos os gêneros e estilosexistem um mercado extenso de produtos. As marcas estão espalhadas por todo o planeta, criam identidades, aproximam grupos e se tornam objetos de desejo compulsivo, que sob a forma de consumo se mantém.Uma marca é qualquer figura, nome ou símbolo que identifica e diferencia um produto de outros no mercado. Produtos simples, com vários no varejo, têm seus preços multiplicados simplesmente pelofato de possuir uma etiqueta, um símbolo que identifique a mesma.
A propaganda, com todo seu encanto, introduzem o produto a uma fantasia. Um marketing baseado em imagens de artistas e slogans quemexem com o emocional dos consumidores, vende uma imagem de sucesso, riqueza, sensualidade, família feliz e felicidade eterna, produzindo um cenário estimulante ao desejo psicológico.
Aspessoas compram não um produto, mas sim um comportamento, um status e assim serem aceitas perante seu grupo de convívio. As necessidades de compra em geral surgem de uma motivação, do sentimento de algo queprecisa ser suprido.
O ser humano é uma busca permanente, uma procura a certezas. No entanto, a praticidade e o comodismo tendem a princípio, a nos levar a acreditar nas coisas, nas pessoas talqual elas se mostram de imediato. Segundo Aristóteles, vivemos almejando uma felicidade, que muitas vezes buscamos no prazer, na falsa esperança de uma sensação descrita pela mídia.
Vivemos emtorno de uma busca incansável por uma verdade. Nesse sentido, a filosofia é busca pela verdade, que não está escondida, mas que se mostra para nós e depende de nós mesmos para se revelar, que tem comopapel nos auxiliar, abrir o nosso pensar crítico a desvelar essa verdade que já está em nosso meio.
E por meio deste, compreender aos poucos que não existe uma verdade absoluta, e nada...
tracking img